Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

maio_CMCR

07 de junho, 2018 às 16:25

Câmara de Costa Rica garante homenagem para Prof. Vair, Amado do Vale e Baiano Careca

A aprovação dos 3 projetos só foi possível graças à Emenda à LOA N° 026/2018, ratificada pelos vereadores de Costa Rica, que acabou com a exigência do tempo de falecimento para denominação de bens e serviços públicos

Fotos: Divulgação

A Câmara de Vereadores de Costa Rica - MS aprovou três projetos de lei que homenageiam a memória de três cidadãos costarriquenses que morreram no ano passado: o ex-professor Vair Eduardo da Silva, o saudoso esportista Amado Gonçalves Moreira, e o ex-vereador Antônio Gonçalves de Almeida (conhecido como “Baiano Careca”).
 
Por unanimidade de votos, os parlamentares costarriquenses aprovaram o Projeto de Lei N° 1.217/2018, que denomina “Vair Eduardo da Silva – Prof. Vair” o Espaço Multiuso da Escola Municipal Adenocre Alexandre de Morais; o PL N° 1.218/2018, que dá o nome de Amado Gonçalves Moreira ao Espaço Multiuso da Escola Municipal Vale do Amanhecer; e o PL N° 1.223/2018, que batiza o Espaço Multiuso da Escola Municipal Joaquim Faustino Rosa com o nome de Antônio Gonçalves de Almeida.
 
Os três projetos ratificados pelo Legislativo Municipal são de autoria do prefeito Waldeli dos Santos Rosa (MDB). Com a aprovação das proposições, os nomes dos homenageados vão ficar eternizados em prédios públicos das escolas da cidade, no caso os espaços multiuso das unidades de ensino, que funcionam como auditórios e servem também como sala de reuniões e de eventos.
 
Vai Eduardo da Silva nasceu em Paranaíba-MS e morava em Costa Rica desde o ano 2000. Em solo costarriquense, ele exerceu a profissão de professor durante 15 anos na Escola Municipal Adenocre Alexandre de Morais e também atuou por três anos como diretor da Escola Estadual Santos Dumont, dedicando 18 anos de serviço à educação no município. O saudoso educador, fanático torcedor do Santos Futebol Clube, morreu no dia 10 de maio de 2017, aos 47 anos de idade, vítima de leucemia.
 
“Em sua trajetória, nesses aproximadamente 18 anos de profissão, Prof. Vair contribuiu diretamente com a escolarização de vários costarriquenses, por quem é lembrado com respeito e carinho. Assim, senhores vereadores, nada mais digno do que dar o nome do Prof. Vair à uma obra pública, na escola onde com tanta dedicação e por tanto tempo atuou, como maneira de prestar uma homenagem à sua memória e aos seus familiares”, segundo argumentou o prefeito Waldeli, em trecho da justificativa do projeto de lei votado na Câmara.
 
Já Amado Gonçalves Moreira construiu uma história de proximidade e carinho com várias gerações de alunos e professores da Escola Municipal Vale do Amanhecer, onde trabalhou por muito tempo na função de guarda, e talvez por isso ficou popularmente conhecido como “Amado do Vale”. Ele nasceu em Cassilândia-MS e mudou-se para Costa Rica ainda na adolescência, junto com a mãe e irmãos, logo após a morte do pai, o que o obrigou a assumir a responsabilidade pela família.
 
“Mesmo não tendo sido eleito (para vereador), Amado Gonçalves encontrou outro meio de ajudar. Era amante do esporte, e usou dessa paixão para fazer o que mais lhe dava prazer: ajuda o próximo. Assim, dedicou seu tempo a treinar o time feminino de futebol do Vale do Amanhecer, levando-o a conquistar o tão almejado título de campeão. Ao longo de sua trajetória, Amado Gonçalves Moreira nos deu exemplos de força, determinação e alegria, com seu jeito simples e humilde de ser”, ressaltou o prefeito Waldeli, em trecho da justificativa do PL n° 1.218/2018.
 
E Antônio Gonçalves de Almeida ficou mais conhecido em Costa Rica como “Baiano Careca”. Ele morreu no dia 09 de julho de 2017, aos 91 anos de idade, após conviver por oito anos com o mal de Alzheimer. Nascido em 1926 na cidade de Cícero Dantas-BA, “Baiano Careca” mudou-se para Costa Rica em 1959, quando o município era apenas um vilarejo conhecido como “Cacete Armado”, onde inicialmente montou um negócio de venda de tecidos e cereais.
 
“Atuante político que era, Antônio Gonçalves elegeu-se vereador. No cargo, participou de diversos projetos importantes para a comunidade, inclusive no processo de emancipação de Costa Rica. Mas não é apenas na vida pública que Sr. Antônio merece destaque. ‘Seu Baiano’ foi sempre o esteio de sua família, a qual dedicou todo o seu cuidado e amor”, enalteceu o prefeito Waldeli na justificativa do PL n° 1.223/2018.
 
Os três projetos de lei que garantiram o reconhecimento à memória dos homenageados foram aprovados pelos edis costarriquenses na sessão ordinária realizada na noite de segunda-feira (28). Após a sanção do Executivo, os PL’s foram convertidos nas leis municipais n° 1.411/2018, 1.412/2018 e 1.413/2018, publicadas na página 01 do Diário Oficial Online de Costa Rica, de segunda-feira (04).
 
A aprovação dos três projetos de lei só foi possível graças à Emenda à LOA - Lei Orgânica Municipal - N° 026/2018, ratificada pelos parlamentares municipais no dia 21 de maio, que acabou com a exigência do tempo de falecimento para denominação de bens e serviços públicos. Antes da Emenda, a LOM de Costa Rica exigia que a pessoa tivesse morrido há pelo menos dois anos para que o nome dela fosse utilizado para denominar qualquer bem ou serviço público.
Fonte: Ademilson Lopes
Câmara_630_NEWS
Imprimir


Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

André - PAZ E AMOR

» todas as charges

PUBLICIDADE

Entrevistas / Artigos

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!