Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

ALEMS 05

08 de janeiro, 2022 às 08:01

De MS, Yeltsin Jacques está entre os 30 jovens mais promissores do País

O atleta conquistou duas medalhas de ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio

Da redação

Fundista campeão paralímpico em Tóquio nos 1.500 e 5.000 metros da classe T11. (Foto: Everson Tavares)

Natural de Campo Grande, o atleta Yeltsin Jacques está hoje no ranking dos jovens mais promissores do Brasil. Em 2021 ele conquistou duas medalhas de ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.
 
Fundista campeão paralímpico em Tóquio nos 1.500 e 5.000 metros da classe T11, Yeltsin tem 30 anos e 5% da visão. Ele convive com a deficiência visual em progressão desde bebê, tanto que em 2016, competiu em outra categoria, para atletas com deficiência visual parcial.
 
Agora ele integra a “Llista Under 30” da revista Forbes Brasil. Os selecionados para lista de promissores foram avaliados e escolhidos entre aqueles que se inscreveram (ou foram indicados por terceiros) na plataforma Under 30 do site da Forbes.
 
Segundo a revista, cada candidato foi avaliado segundo critérios e métricas objetivos e subjetivos, como faturamento, valor de mercado, aportes recebidos, número de seguidores nas redes sociais, alcance e impacto social, criatividade, ineditismo, disrupção e relevância no respectivo setor.
 
As categorias são Arquitetura, Design e Urbanismo; Artes dramáticas; Artes plásticas e Literatura; Ciência e Educação; Esportes; Finanças; Gastronomia; Indústria; Marketing e Publicidade; Moda; Música; Tecnologia e Inovação; Terceiro setor e Empreendedorismo social; Varejo e E-commerce; Web e E-sports.
 
Em setembro do ano passado, Yeltsin foi recebido como estrela em Campo Grande e deixou a seguinte mensagem: “Não desistam de seus sonhos”.
 
Tóquio
A primeira medalha de ouro de Yeltsin veio nos 5.000 metros, prova que ele concluiu em 15min13s62. O título veio justo no dia do aniversário de Campo Grande, 26 de agosto, fato este muito celebrado na cidade.
 
Já a segunda medalha de ouro veio dias depois com recorde mundial. Jacques terminou a prova com o tempo de 3min57s60 e conquistou a 100º medalha de ouro brasileira nas Paralimpíadas, cravando seu nome na história. - Por Thailla Torres / Campo Grande News

PMA 02
Imprimir


Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

COVID-19

» todas as charges

PUBLICIDADE

CRF Anuncie

Entrevistas / Artigos

Paulo César Regis de Souza

Previdência Social – 100 anos

Nayara Felizardo, repórter Intercept

Quando o assédio vem da Justiça

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!