Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

ALEMS 05

18 de maio, 2022 às 16:16

Auxílio Brasil paga o mês de maio para beneficiários nesta quarta-feira (18)

Programa de distribuição de renda que substituiu o Bolsa Família tem valor mínimo de R$ 400

Da redação

Nesta quarta-feira (18), a Caixa Econômica Federal começa a pagar, para 18,1 milhões de famílias em todo o país, o Auxílio Brasil, que teve mais de 56 mil famílias inclusas na lista de beneficiários.  
 
Neste mês foram incluídas um total de 56.141 famílias na lista, segundo o Ministério da Cidadania, sendo que, em janeiro, eram 18,06 milhões de beneficiários.
 
Recebe o benefício hoje (18), quem tem NIS (Número de Identificação Social) com final 1. O pagamento de maio vai até o dia 31, quando o dinheiro é liberado a beneficiários com NIS final zero. Segundo o Ministério da Cidadania, serão pagos mais de R$ 7,3 bilhões e o valor médio do benefício será R$ 409,5. Em abril, o total liberado somou R$ 7,4 bilhões.
 
Pagamento
Importante frisar que o pagamento é feito pela Caixa Econômica Federal. A retirada pode ser feita nos caixas eletrônicos, nas agências da Caixa e nas lotéricas com a utilização do Cartão Social.
 
Ao entrar no programa, os beneficiários recebem, pelos Correios, duas cartas da Caixa, uma com orientações gerais sobre o Auxílio Brasil e a segunda com o cartão para movimentação bancária. É possível consultar se a parcela está disponível por meio dos aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem. Para o atendimento por telefone, basta ligar para o número 111. Em seguida, é preciso digitar o CPF ou o NIS.
 
Auxílio Brasil
Vale lembrar que o Auxílio Brasil é destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social. Para fazer parte do programa, a família deve ter os dados atualizados no CadÚnico nos últimos 24 meses. As informações devem ser as mesmas que constam em outras bases de dados do governo federal.
 
São beneficiadas famílias em situação extrema pobreza. Famílias em situação de pobreza também podem receber o benefício. Nesse caso, é preciso ter em sua composição familiar grávidas, mães que amamentem e pessoas com menos de 21 anos.
 
As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar mensal por pessoa de até R$ 105. As consideradas pobres são aquelas com renda familiar per capita que vai de R$ 101 a R$ 200. Para os que atendem aos requisitos, mas ainda não estão cadastrados, é preciso procurar o órgão responsável pelo programa Auxílio Brasil na prefeitura de sua cidade para realizar o cadastramento no Cadastro Único.
 
Para manter o benefício, é preciso: 
Realização do pré-natal;
Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
Acompanhamento do estado nutricional;
Frequência escolar mínima definida em regulamento;
Matrícula em estabelecimento de ensino regular para jovens entre 18 a 21 anos.
Fonte: FolhaPress

CMCR 02
Imprimir


Eu ou

Nós?

Água mole em pedra dura...

Tanto bate até que fura

Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

COVID-19

» todas as charges

PUBLICIDADE

CRF Anuncie

Entrevistas / Artigos

Paulo César Regis de Souza

Previdência Social – 100 anos

Nayara Felizardo, repórter Intercept

Quando o assédio vem da Justiça

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!