Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

ALEMS 05

22 de junho, 2022 às 17:59

Presidente representa ALEMS em evento para anúncio de fábrica de R$ 15 bilhões

Paulo Corrêa durante discurso em evento em que foi lançado Plano Estadual de Florestas Plantadas e anunciado construção de fábrica em Inocência

“Todo mundo falou de papel. Eu quero falar de caneta. E de caneta com tinta”. Foi assim que o deputado Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), iniciou seu discurso durante evento em que a Arauco, uma das principais empresas madeireiras da América Latina, anunciou construção de uma fábrica no município de Inocência, que terá investimento estimado em R$ 15 bilhões. No evento, realizado na tarde desta desta quarta-feira (22) no Bioparque do Pantanal, em Campo Grande, também foram assinados incentivos fiscais e lançado, oficialmente, o Plano Estadual de Florestas Plantadas (Profloresta).
 
“Sabe por que está acontecendo isso aqui agora?”, perguntou, retoricamente, o deputado Paulo Corrêa. Ele lembrou que diversas pessoas sonharam com a transformação de Mato Grosso do Sul em polo de papel e celulose. No entanto, a efetivação do sonho, continuou o parlamentar, só é possível quando há decisão e “caneta com tinta”. “Muita gente aí para trás não teve tinta na caneta ou teve covardia de usar a caneta. Mas o nosso governador [Reinaldo Azambuja] tem tinta na caneta e a usa”, afirmou.
 
O deputado, que representou a ALEMS no evento, também enfatizou a contribuição do Parlamento estadual na aprovação de projetos que possibilitam a concretização de ações necessárias para o crescimento econômico de Mato Grosso do Sul.  “Nisso tudo, não faltaram as mãos da Assembleia Legislativa. Digo isso em nome dos 24 senhores deputados”, enfatizou Paulo Corrêa.
 
O presidente da Casa de Leis também deu boas vindas à  Arauco, empresa chilena do setor madeireiro, e destacou que o investimento da companhia chega em um momento em que o Estado se torna, efetivamente, o centro do projeto da Rota Bioceânica. Ele detalhou que a Rota Bioceânica integra quatro países - Brasil, Chile, Paraguai e Argentina - e que otimizar o escoamento da produção por meio de um corredor de 2,2 mil quilômetros saindo de Campo Grande e chegando aos portos chilenos.
 
Nova fábrica
De acordo com Governo estadual, a instalação da fábrica vai gerar 12 mil empregos no pico da construção e 250 empregos diretos e 300 indiretos quando entrar em operação, além de 1,8 mil empregos permanentes na parte florestal. A empresa Arauco já possui áreas de eucalipto plantadas em Inocência para suprir a demanda do projeto.
 
Esta é a quinta planta de celulose e outros produtos de base de madeira de Mato Grosso do Sul. O setor florestal do Estado é responsável pela geração de 27,2 mil empregos sendo 14.901 diretos e 12.312 indiretos, conforme números do governo. Em 2021, o segmento gerou 6.266 empregos a mais que no ano anterior.
 
O governador Reinaldo Azambuja falou sobre a importância da nova planta para a economia e o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. "Vamos receber no Estado uma das maiores fábricas de celulose do mundo. Será uma unidade moderna, que vai gerar empregos, oportunidades, renda e desenvolvimento social em uma região que também integra a Costa Leste Florestal, mas que não tinha nenhum empreendimento deste tipo”, afirmou.
 
Plano Estadual
No evento, o secretário de Produção, Jaime Verruck entregou o Plano Estadual de Florestas Plantadas (Profloresta) ao governador Reinaldo Azambuja. O documento objetiva “a inserção competitiva dos negócios que envolvem a cadeia da silvicultura (produtores florestais, celulose e papel, madeireiras, serrarias, móveis e componentes), desde a produção, industrialização, beneficiamento e distribuição, com consequente vinculação com grandes empresas que induzem desenvolvimento tecnológico, inovação e dinamismo econômico a jusante das florestas plantadas”.
 
O Plano vai orientar a formulação das estratégias e os projetos vinculados aos pequenos negócios, tendo o Sebrae-MS como ente indutor nos alinhamentos, estratégias e abordagens de competitividade nesta direção.
Por Osvaldo Júnior - Agência ALEMS   

CMCR 02
Imprimir


Eu ou

Nós?

Água mole em pedra dura...

Tanto bate até que fura

Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

COVID-19

» todas as charges

PUBLICIDADE

CRF Denuncie

Entrevistas / Artigos

Paulo César Regis de Souza

Previdência Social – 100 anos

Nayara Felizardo, repórter Intercept

Quando o assédio vem da Justiça

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!