Costa Rica 20 ℃

Para evitar que PMA seja despejada, prefeito Waldeli paga dívida no valor de R$ 9 mil da antiga gestão

Ex-prefeito ficou quase 1 ano sem pagar aluguel do prédio da PMA e recebeu da ENERSUL ordem de Despejo

Publicado em 19/01/2013 13:04

Foto: Kayron Rodrigues/ASSECOM-PMCR

Entre as inúmeras dívidas deixadas pela antiga gestão, uma em especial chamou muito a atenção da nossa reportagem, trata-se do não pagamento do aluguel referente ao prédio da ENERSUL - Empresa Energética de Mato Grosso do Sul S.A., alugado pela Prefeitura de Costa Rica (MS) para a instalação da PMA – Polícia Militar Ambiental.

De acordo com informações apuradas pela nossa reportagem, a Prefeitura recebeu da ENERSUL, neste mês de janeiro, uma ordem de despejo referente ao prédio alugado para a PMA.

Descobrimos ainda, que desde que a PMA foi instalada na cidade, a Prefeitura através de uma parceria pagava o aluguel do prédio, no entanto, esse compromisso parou de ser honrado em fevereiro de 2012, acumulando uma dívida no valor de R$ 9.537,57.

Conforme o secretário Municipal de Finanças, Paulo Renato Andriani, o não pagamento do aluguel do prédio refletiu em um grande constrangimento, uma vez que, a ENERSUL encaminhou à Prefeitura de Costa Rica a ordem de despejo.

O prefeito Waldeli dos Santos Rosa (PR) assim que recebeu essa informação autorizou de imediato o pagamento da dívida. “A PMA é de fundamental importância para a nossa cidade, por isso, não podemos nós furtar de honrar a parceria do Município”, declarou Waldeli.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar