Costa Rica 30 ℃

Giroto discute novo Código Florestal com Sindicatos Rurais e Famasul

O objetivo do colegiado é reunir o governo, representantes das bancadas ruralista e ambientalista

Publicado em 12/04/2011 20:59

O deputado Giroto (PR) esteve reunido com representantes de oito sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul e da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) para discutir o novo texto do Código Florestal . O parlamentar sul-mato-grossense reforçou seu apoio ao texto elaborado pelo deputado Aldo Rebelo (PCdoB), que deve ser votado no dia 23 deste mês.

Neste dia, representantes do setor agropecuário de todo o Brasil organizam um ato público, em Brasília, para defender o texto como foi aprovado no ano passado em Comissão Especial, criada para analisar a matéria. “O projeto do Aldo Rebelo permite que a produção agrícola brasileira seja mantida, bem como garante a preservação ambiental. Há pontos polêmicos, mas não da para descartar todo crescimento do setor agropecuário que fez do Brasil o celeiro do mundo. É necessário produzirmos alimentos. Em reunião com os parlamentares do PR, na semana passada, Rebelo afirmou que na Europa não existem obrigações para os produtores recomporem as florestas que destruíram. Defendo a preservação, mas não da para querer punir  o agricultor que desmatou a pedido do próprio Governo”, enfatizou Giroto.

A comitiva sul-mato-grossense é formada por representantes dos sindicatos rurais de Campo Grande, São Gabriel do Oeste, Bonito, Sidrolândia, Três Lagoas, Rio Verde, Itaporã, Maracaju e o presidente da Famasul, Eduardo Riedel.

A preocupação do setor agropecuário de garantir a votação da matéria é que, a partir de 12 de junho, entra em vigor o decreto 7029/2009, prevendo que, a partir desta data, todos os imóveis rurais deverão estar com suas reservas legais averbadas, uma exigência que jogará na ilegalidade 90% das propriedades rurais brasileiras.

No dia 15 de março será realizado o seminário: “A importância da mudança do novo Código Florestal”, organizado pela Frente Parlamentar da Agricultura.

Consenso
Na tarde de hoje foi realizada a primeira reunião da Câmara de Negociação do Código Florestal, que é dirigida pelo presidente da Câmara, deputado Marco Maia. O encontro conta com a participação do relator, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), e também de deputados de vários partidos. O objetivo do colegiado é reunir o governo, representantes das bancadas ruralista e ambientalista e o relator do Projeto de Lei 1876/99 para negociarem um texto de consenso. (Da assessoria)

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar