Costa Rica 31 ℃
Após palestra, detentos colhem sangue para teste de HIV/AIDS
Foto: Luciana Aguiar

Após palestra, detentos colhem sangue para teste de HIV/AIDS

A ação é uma organização do Conselho da Comunidade em Execução Penal

Publicado em 10/06/2011 18:19

Na manhã desta sexta-feira (10), por quase duas horas os 29 presos da Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica assistiram palestra e aprenderam como são transmitidas as DST’s – Doenças Sexualmente Transmissíveis e as formas de prevenção.

No período da tarde, após a realização da palestra, os detentos colheram sangue para a realização do teste de HIV/AIDS.

A ação é uma organização do Conselho da Comunidade em Execução Penal, que tem como presidente a advogada Renatta Venturini e vice-presidente a defensora pública Débora Maria de Souza Paulino.

Segundo Renatta, os presos também receberam do Conselho material para confecção de artesanato e no decorrer da semana foi entregue material de higiene pessoal.

- Nós também estamos arrecadando livros para serem entregues aos detentos, disse a presidente do conselho.

Ação
A advogada Renata Venturini explica que os presos não têm visita íntima na cadeia de Costa Rica, mas que a informação vale para a vida. “Um dia eles vão sair da cadeia e serão multiplicadores da prevenção”, ressalta.

A palestra aos detentos foi proferida por Paulo Borges Vieira, responsável pela educação em saúde do Ministério da Saúde e contou  ainda com a participação da enfermeira da vigilância e saúde de Costa Rica, Adriana Carrijo, a psicóloga Renata Delfino, a terapeuta ocupacional Juliana Correa  a veterinária responsável pela vigilância sanitária local Silvana Renesto.

Ao final da palestra foram distribuídos folhetos educativos aos presos, que trazem ilustrações com as doenças sexualmente transmissíveis mais comuns, a formas de prevenção e tratamento.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar