Costa Rica 27 ℃

Jovens são resgatados após ficarem 21 horas perdidos em serra

Caso ocorreu em Piraputanga, distrito de Aquidauana

Publicado em 05/08/2011 13:00

Bombeiro desce de rapel pela serra em Piraputanga (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Cinco jovens foram resgatados por homens da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros depois de se perderem durante uma caminhada e ficarem 21 horas na mata da Serra de Piraputanga, em um distrito de Aquidauana, que fica a 130 quilômetros de Campo Grande. O salvamento ocorreu na segunda-feira (1º), mas só foi divulgado na quinta-feira (4).

O soldado PM Benites, que participou da ação, contou ao G1 que recebeu um chamado de socorro no fim da tarde de domingo (31), e em seguida partiu para o local informado em companhia do soldado Medina. Os militares levaram cordas, facões e lanternas, e tiveram auxílio de moradores da região para subir cerca de 200 metros. "Era a primeira vez que nós participávamos de um resgate. Diante daquela situação, julgamos que era urgente ir até eles", disse Benites.

Os policiais alcançaram o local por volta da meia-noite, mas como chovia e fazia frio, o grupo resolveu permanecer abrigado em uma fenda no morro. Além disso, o terreno íngreme e acidentado dificultava o retorno em segurança. O pai de um dos jovens, que acompanhou os militares até o topo, fez uma fogueira para manter todos aquecidos durante a noite.

Os jovens relataram aos policiais que tinham saído para fazer uma caminhada e pretendiam retornar ainda durante o dia, mas acabaram se perdendo em uma trilha. Josias Nascimento Freitas, de 15 anos, disse que não ficou tão preocupado com a situação pois já tinha avisado a família sobre seu paradeiro. "Eu estava mais preocupado com a surra que ia levar quando voltasse para casa, mas depois ficou tudo bem", conta.

O resgate só foi concluído na manhã seguinte, quando dois homens do Corpo de Bombeiros alcançaram o local onde o grupo estava. Apenas um jovem teve ferimento em uma das mãos e foi encaminhado ao pronto-socorro de Aquidauana. (G1/MS).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar