Costa Rica 28 ℃

Menina de 1 ano e 2 meses ficou submersa por cerca de 20 minutos

'Foi o resgate mais importante que já fiz', diz bombeiro que salvou criança

Publicado em 12/04/2011 20:59

Menina de 1 ano e 2 meses ficou submersa por cerca de 20 minutos
Carro submerso (Foto: Divulgação)

O cabo do Corpo de Bombeiros Luiz Carlos Peixoto Castellar, de 33 anos, foi categórico: “Foi o resgate mais importante que já fiz”, disse ao relembrar o resgate da menina de 1 ano e dois meses, que ficou submersa por cerca de 20 minutos no fundo do Rio Morto, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, após um acidente na quinta-feira (24).

O carro onde a criança estava caiu no rio depois que o motorista perdeu o controle da direção ao tentar fazer uma ultrapassagem. De acordo com informações do Hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul, a menina está internada no CTI pediátrico, segue em estado gravíssimo e respira com o auxílio de aparelhos na manhã desta sexta-feira (25).

Em 13 anos de corporação e com a experiência de 12 anos como mergulhador, o cabo Castellar contou que é raro uma vítima sobreviver nas condições em que a menina foi resgatada.

“Foi uma emoção muito grande quando o bebê foi reanimado. Normalmente, nessas condições, é muito difícil o afogado sobreviver. Foi muito emocionante. Ainda mais se tratando de uma criança”, disse o cabo, que é casado mas, não tem filhos.

Segundo Castellar, responsável pelo resgate da menina, somente mergulhadores teriam condições de salvar a criança. Ele destacou que as condições de resgate eram bastante adversas: rio poluído, fundo e de águas completamente escuras.

“Salvei a menina em um minuto. Foi tudo no tato e na técnica. A água é totalmente escura e não dá pra ver nada. A criança estava presa no lodo do fundo do rio. Mergulhei no local que presumi que estava a menina, perto de onde o carro tinha sido retirado. Fui tocando o fundo com a mão e um minuto depois senti algo diferente”, relembrou o cabo, que saindo do plantão, na manhã desta sexta-feira (25), ainda não teve tempo de descansar.

Motorista em situação complicada
A situação do dono do carro que caiu no rio é bastante complicada. Segundo agentes da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), ele dirige há 8 anos com a carteira de habilitação vencida. O motorista deve ser indiciado pelo crime de lesão corporal culposa e pode pegar até 2 anos de prisão.

Na delegacia, o motorista do carro contou que, ao fazer uma ultrapassagem, foi surpreendido por outro carro. Para evitar um acidente, ele teria desviado e acabou perdendo a direção, e caído no rio.

Segundo os bombeiros, o carro tem placa de São Paulo, ee á suspeita de que o motorista estivesse alcoolizado no momento do acidente.

O resgate
Além da menina, outras três pessoas estavam dentro do carro no momento do acidente. O resgate das vítimas foi angustiante. Bombeiros, guardas municipais e pessoas que passavam pelo local se jogaram no rio e salvaram os adultos, mas com a água do rio muito escura, não conseguiam achar a menina. O carro ficou totalmente submerso. Foram várias tentativas para retirar o veículo do fundo do rio.

Quando o carro chegou à margem, a criança não estava mais no banco traseiro. Bombeiros e voluntários voltaram a mergulhar e encontraram a menina no fundo do rio.

(G1)

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar