Costa Rica 25 ℃
Com DNA, volta possibilidade de feto encontrado em córrego ser de Marielly
Foto: Divulgação

Com DNA, volta possibilidade de feto encontrado em córrego ser de Marielly

A jovem morreu supostamente em consequência de um aborto malsucedido

Publicado em 16/07/2011 10:22

Na quinta-feira (14) saiu o resultado de DNA do feto encontrado no dia 8 de junho dentro do leito do Córrego Anhanduizinho. O material genético foi comparado com o de duas mulheres suspeitas de ser a mãe. Uma delas chegou a ficar detida por quase um dia na 4ª DP, no bairro Piratininga.

O delegado titular da 4ª DP e responsável pela condução das investigações, Fernando Nogueira, disse que, como foi excluída a possibilidade da mulher detida ser a mãe, novas linhas são tomadas para descobrir de quem é o feto.

A mulher que ficou recolhida na delegacia admitiu que realmente praticou um aborto, mas que seu feto foi jogado numa lixeira para que o serviço de coleta o levasse.

Identificada apenas pelo nome de Rosana, ela vai responder pelo crime de aborto. "Continuamos nosso trabalho e pedimos para que se alguém tiver informações concretas sobre a maternidade que faça denúncia para nós", apela Fernando Nogueira.

O resultado de DNA demorou porque o equipamento que faz análises genéticas do Instituto Médico Legal Odontológico (Imol) ficou por um tempo estragado. Foi preciso que um técnico viesse de outro estado para consertá-lo.

Marielly
Como ficou comprovado que o feto não era da mulher detida, agora volta à tona a possibilidade de ser da jovem Marielly Barbosa Rodrigues, 19 anos, que foi encontrada morta em um canavial de Sidrolandia, depois de ficar 21 dias desaparecida. A jovem morreu supostamente em consequência de um aborto malsucedido.

O delegado responsável pela investigação do caso, Fabiano Nagata, prefere não revelar muitos dados sobre o caso, mas o fato é que duas pessoas estão presas por força de mandado de prisão para averiguação.

Uma delas é o cunhado da jovem, Hugleice Silva e o outro é o enfermeiro Jodimar Ximenez Gomes. Os dois passaram por acareação na tarde desta sexta-feira, em Sidrolandia. Hugleice admitiu que levou a cunhada até a cidade, próxima de Campo Grande, para a prática do aborto.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar