Costa Rica 26 ℃

Escola em Sidrolândia é alvo de bomba caseira durante as aulas do período noturno

O suspeito foi encontrado pela polícia mas ofereceu resistência à prisão, necessitando ser algemado

Publicado em 01/06/2012 08:24

A Policia Militar foi acionada por volta das 20h35min de ontem (31) pelo Diretor Adjunto Mateus Soares Júnior, solicitando um apoio pois a área escolar havia acabado de ser vítima de uma bomba caseira, e por muito pouco não atinge alunos e professores.

Diante das informações a equipe Policial se dirigiu até o Bairro Cascatinha, e em frente ao Mercado São José, havia um elemento com uma camiseta escura e com as características do suspeito, ao ser avisado que seria abordado, o mesmo se opôs a abordagem  para averiguação, e disse aos policiais que o pai dele era rico e que nenhum policial jamais o havia revistado, entrando em confronto com os policiais.

O homem estava bastante agitado, e foi necessário o uso de força moderada e algemas para imobilizá-lo. O suspeito de ter jogado a bomba caseira na Escola Sidrônio, é figura conhecida da polícia, com passagens por tráfico de drogas, perturbação do sossego e motim de presos.

Ele estava no motim de presos na cadeia pública de Sidrolândia que aconteceu no dia 17 de maio de 2011, onde durante o banho de se juntaram e ao fim do período se recusaram a voltar às celas gritando palavras de ordem, danificaram as luzes do corredor da cadeia, queimaram colchões e cobertores, e também ameaçaram jogar água quente nos policiais.

Fonte: Correio do Estado com informações de Sidrolândia News.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar