Costa Rica 29 ℃

Pai da criança pode estar envolvido em suposto aborto mal sucedido de Marielly

Peritos dizem que Marielly sofreu uma hemorragia enquanto estava em pé

Publicado em 21/06/2011 12:03

O delegado responsável pelas investigações do caso de Marielly disse agora há pouco em coletiva com a imprensa que as investigações seguem na linha de um aborto mal sucedido e que teria tido ajuda do pai da criança, “Em nenhum momento eu disse que o cunhado é suspeito, a relação deles é familiar, o cunhado é investigado mas não pode ser tratado como suspeito” disse Nagata, que completa dizendo que o fato de Marielly ser uma pessoa íntegra dificultou as investigações.

O perito criminal Fabiano Delfino disse que havia sangue de Marielly na sandália, o que indica que ela teve hemorragia enquanto estava em pé. Ele confirma que não houve luta corporal, “não havia sinais de luta, as unhas estavam intactas. Encontramos carrapichos na roupa e cabelos dela, mas no local não há carrapichos, o que indica que o corpo esteve em outro lugar antes de ser deixado lá. O que podemos afirmar é que ela morreu em outro local e o corpo foi repousado ali e não jogado, não foi morta ali” diz o perito.

O perito criminal Fabiano Delfino Nogueira, o perito papiloscopista Maurilton Ferreira de Souza, o médico legista Ronaldo Rosa e o delegado titular da Delegacia de Homicídios (DEH) Fabiano Nagata estão reúnidos com a imprensa neste momento prestando esclarecimenos de acordo com o laudo médico feito no corpo de Marielly Barbosa Rodrigues, encontrada em um canavial no dia 11 de Junho. (Correio do Estado).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar