Costa Rica 14 ℃
Moka está na lista dos que abriram mão de verba extra em Brasília
Senador Moka (Foto: Divulgação)

Moka está na lista dos que abriram mão de verba extra em Brasília

O senador está na lista dos 13 senadores que abriram mão do auxílio moradia

Publicado em 16/06/2011 11:38

O senador Waldemir Moka (PMDB) está na lista dos 13 senadores que abriram mão do auxílio moradia, verba extra de R$ 3,8 mil mensais, e do imóvel funcional em Brasília. O levantamento foi feito pelo Congresso em Foco.

O auxílio-moradia foi criado para ajudar no custeio habitacional de eleitos originários de outros Estados e sem residência própria no Distrito Federal. Ao todo, o custo mensal com o recurso opcional é de cerca de R$ 103 mil para os cofres públicos, apenas no Senado.

Conforme o Congresso em Foco, 28 senadores recebem a verba extra, quando poderiam ter escolhido morar em um dos 72 apartamentos oficiais à disposição do Senado. Dos senadores de Mato Grosso do Sul, Delcídio Amaral (PT) recebe o auxílio, enquanto Marisa Serrano (PSDB) ocupa imóvel funcional.

Os senadores que recusaram receber tanto o auxílio-moradia quanto o apartamento oficial ponderaram que têm casa própria em Brasília, o que não justificaria os gastos extras. São eles: Alvaro Dias (PSDB-PR), Ana Amélia Lemos (PP-RS), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Benedito de Lira (PP-AL), Clésio Andrade (PR-MG), Cristovam Buarque (PDT-DF), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Gim Argello (PTB-DF), Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), Valdir Raupp (PMDB-RO), Waldemir Moka (PMDB-MS, Walter Pinheiro (PT-BA) e Wellington Dias (PT-PI). (Campo Grande News).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar