Costa Rica 21 ℃

Murilo se desfilia do DEM e vai para o PSB almejando presidência estadual

O PSB está sem comando estadual

Publicado em 13/07/2011 13:13

O prefeito de Dourados, Murilo Zauith, se apresentou aos filaidos do PSB na noite de terça-feira (12) e informou que irá se filiar a sigla. Na semana que vem Zauith irá para Recife, onde será feito uma solenidade de filiação que será abonada pelo presidente nacional da sigla Eduardo Campos.

Durante o ato , Zauith disse que está articulando com algumas lideranças e deve trazer quatro prefeitos do Estado para se filiar ao PSB. O prefeito de Dourados afirma ainda que sua decisão tem a ver com a falta de apoio político para administrar a cidade. No PSB, partido aliado à presidente Dilma Rousseff, ele espera garantir mais recursos para obras e ações que beneficiem o município.

Murilo Zauith deve enfrentar um processo judicial por infidelidade partidária que o presidente nacional do DEM, senador José Agripino, irá reivindicar o mandato para a sigla.

O Midiamax informou em primeira mão sobre a possibilidade do prefeito de Dourados sair do DEM e ir para o PSB. No último dia 30, Zauith foi até Brasília onde se reuniu com a direção nacional do PSB e foi feito o convite para o democrata passe a compor o quadro do PSB.

O vereador Airton Saraiva (DEM) informou que “a ida do Murilo para o PSB é uma acomodação política e agora temos que fazer um bom planejamento políticos. Agora que o PSB não tem presidente e não foi renovada ainda quem será o líder da sigla abre precedente para que Zautih assuma a vaga”, explica.

Ele argumenta ainda que Zauith tem bom trânsito com o ex-senador Valter Pereira, Eduardo Campo, Ciro Gomes e a tendência do PSB é fortalecer a sigla em Mato Grosso do Sul que é um partido forte no Nordeste do Brasil. “ Quem sabe no futuro próximo o PSB não seja aliado do DEM “, explica.

O PSB está sem comando estadual. Além de Murilo, o nome do ex-senador Valter Pereira, recém filiado ao partido também desponta como candidato à vaga. Atualmente, a sigla conta com 80 vereadores, dois prefeitos, três vices e um deputado estadual.

Acompanharam o ato, o deputado Lauro Davi, o ex-deputado estadual Sérgio Assis, além de lideranças de Mato Grosso do Sul. (Midiamax).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar