Costa Rica 27 ℃

Supostas irregularidades podem tornar inelegível prefeito de Costa Rica

Baird já é considerado pouco confiável no núcleo peemedebista regional

Publicado em 16/06/2011 11:59

Baird corre risco de inelegibilidade

O prefeito de Costa Rica, no leste do Estado, Jesus Baird (PMDB), que no próximo ano pretende buscar a reeleição, corre o risco de ficar inelegível. É que o Ministério Público Estadual denunciou o mandatário por várias irregularidades na administração do município.

Entre elas estão à desapropriação irregular de área urbana pela prefeitura para construção das futuras instalações da Câmara Municipal, superfaturamento em licitação na contratação de empresa de publicidade para prestação de serviços de divulgação e veiculação de campanhas para o Executivo e ainda utilização de publicidade de maneira ilegal.

Considerado pouco confiável no núcleo peemedebista regional, por sua explícita relação com o senador petista Delcídio Amaral, os deslizes de Baird também têm soado de forma negativa entre o eleitorado local. Ao longo de sua gestão, iniciada em 2009, o prefeito ainda tem colecionado desafetos políticos.

Um deles é o ex-prefeito por duas vezes, Waldeli dos Santos Rosa, que operou para eleger Baird e, posteriormente, se afastou do prefeito e do próprio PMDB devido aos atos poucos transparentes do ex-correligionário.

Waldeli, que militou por 16 anos no PMDB, atualmente trabalha para voltar à prefeitura de Costa Rica, mas por outra legenda. Ele diz que recebeu vários convites e estuda o que mais se encaixa com sua ideologia político-partidária. A decisão, segundo ele, deve vir até o final deste mês.

O ex-prefeito, no entanto, não afasta a possibilidade de vir a voltar a disputar a prefeitura pelo PMDB. Mas isso só ocorreria caso Baird fosse mesmo considerado inelegível pela Justiça ou, numa suposta pesquisa de opinião pública peemedebista, Waldeli fosse considerado mais apto que o prefeito para ir para o embate nas urnas pela legenda.

Do contrário, segundo o ex-prefeito, ele deverá enfrentar, mesmo, em 2012 e por outro partido, seu ex-companheiro de sigla e atual adversário. (Conjuntura Online).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar