Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

sertoes

11 de junho, 2019 às 17:48

EUA vão inspecionar três frigoríficos do Estado para retomar importação

Compra de cortes bovinos do Brasil está suspensa pelos estadunidenses desde junho de 2017

Missão veterinária dos Estados Unidos vai inspecionar três frigoríficos de bovinos instalados em Mato Grosso do Sul. As visitas serão neste mês e servirão para definir se o país norte-americano vai retomar a importação de carne fresca abatida no Brasil.
 
A auditoria começou hoje e vai passar por mais cinco estados - Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo - até o próximo dia 28. Além de abatedouros de bovinos e de suínos, as equipes dos Estados Unidos vão visitar também laboratórios federais e serviços de inspeção.
 
Segundo informações apuradas pelo Campo Grande News, o primeiro frigorífico do Estado na agenda da missão estadunidense é o Marfrig Global Foods, localizado em Bataguassu. O local tem capacidade para abater até 20 cabeças de gado por hora e será inspecionado no dia 18.
 
Na sequência, duas plantas da JBS em Campo Grande vão receber a visita dos veterinários norte-americanos. A primeira é a unidade situada na Avenida Duque de Caxias, região oeste da Capital, que abate pelo menos 80 cabeças de gado por hora. A missão passa pelo local no dia 21.
 
Três dias depois será a vez do frigorífico da JBS situado na BR-060, saída de Campo Grande para Sidrolândia, que tem capacidade para abater entre 20 e 40 reses por hora.
 
As auditorias nos estabelecimentos do Estado serão acompanhadas por fiscais do Sipoa (Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal), vinculado à SFA-MS (Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Mato Grosso do Sul).
 
Os Estados Unidos enviaram duas equipes de seis veterinários do Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar dos Estados Unidos (FSIS na sigla em inglês), do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).
 
Histórico - O Brasil obteve autorização para exportar carne bovina fresca para os Estados Unidos em 2015, após processo que se arrastou por 15 anos. Antes, o País só comercializava carne termoprocessada (cozida) com os norte-americanos.
 
Campo Grande News
Imprimir


Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

Chico

» todas as charges

PUBLICIDADE

DRA Poliana Gif

Entrevistas / Artigos

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!