Costa Rica 17 ℃

Mais uma obra parada: crise nas finanças do município de Costa Rica agora atinge a Saúde

Falta de verba paralisa obra de ampliação da Fundação Hospitalar de Costa Rica

Publicado em 24/08/2012 14:27

Mais uma obra parada: crise nas finanças do município de Costa Rica agora atinge a Saúde
A crise nas finanças do município está a cada dia mais prejudicando a população costarriquense (Foto: Luciana Aguiar)

Iniciada no dia 16 de março de 2012, as obras de ampliação e readequação da Fundação Hospitalar de Costa Rica (MS) orçada no valor de R$ 1.715.661,41 estão paralisadas há mais de uma semana e sem previsão de serem retomadas. A previsão de entrega era para o mês de dezembro deste ano.

Segundo informações apuradas pela nossa reportagem através de uma fonte extraoficial, a obra que receberia recursos próprios da Prefeitura parou devido à falta de pagamento, isso deixa mais do que claro que o prefeito Jesus Queiroz Baird (PMDB) não tem planejamento para continuar administrando o município.

A obra terá 754,10 m² construídos e era para trazer conforto para os pacientes e estrutura de trabalho para os servidores “precisamos implantar uma saúde de qualidade para a população”, chegou a afirmar na época o prefeito, no entanto, constatamos que a obra está trazendo transtorno à população. A Prefeitura de Costa Rica chegou negou a informação de paralização da obra, mas nossa fonte rebateu: “a administração nega o obvio, é só passar no local e constatar”, declarou.

A crise nas finanças do município está a cada dia mais prejudicando a população costarriquense. Essa não é a primeira obra parada, no dia 26 de junho de 2012, a Prefeitura iniciou as obras do Parque Ecológico de Costa Rica, porém, a mesma também está parada, e sem previsão de serem retomadas. A previsão de conclusão era para o dia 25 de outubro de 2012. Nossa reportagem apurou também que as obras da Praça do bairro Novo Horizonte estão a passo de tartaruga.

Vale salientar que o ex-prefeito Waldeli dos Santos Rosa (PR), no seu último mandato (2005/2008) administrou o município com um orçamento de R$ 132 milhões entregando todas as suas obras concluídas para a população, e ainda, entregou o governo pagando o salário e o 13º de todos os servidores deixando quase R$ 10 milhões em obras conveniadas junto ao Governo Federal e Governo Estadual, sendo R$ 2 milhões de contrapartida do município.

Enquanto isso, o atual prefeito tem uma previsão orçamentaria de cerca de R$ 226.222.546,93 e já parou duas obras importantes no município.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar