Costa Rica 17 ℃

Barack Obama é reeleito presidente dos EUA

Após uma campanha muito disputada contra o republicano Mitt Romney

Publicado em 07/11/2012 07:59

Foto: Divulgação

O democrata Barack Obama foi reeleito presidente dos Estados Unidos nesta terça-feira (6), após uma campanha muito disputada contra o republicano Mitt Romney.

Obama conseguiu, até agora, 290 votos de um total de 538, contra 200 do rival, segundo projeção.

A festa da vitória já acontece no McCormick Place, em Chicago, onde Obama acompanhou a apuração.

"Isto aconteceu graças a vocês, obrigado. Mais quatro anos", disse Obama - um pioneiro em utilizar politicamente as redes sociais - no Twitter.

O democrata foi para a cidade de Illinois, seu reduto eleitoral, já na noite de segunda-feira (5). Durante a tarde de ontem , reservou espaço para jogar basquete, seu passatempo favorito e também um "ritual" para o líder nos dias de eleições.

As pesquisas de intenção de voto realizadas dias antes da eleição apontavam um empate técnico entre os dois candidatos em âmbito nacional, mas com ligeira vantagem para o presidente nos estados-chaves.

No complexo sistema eleitoral americano, é o resultado em cada estado é que importa. Ao votar em um candidato, a população na verdade escolhe um colégio eleitoral dentro de seu estado, composto por delegados, que só então elegerá o presidente.

Em todo o país, o colégio eleitoral reúne 538 delegados, de 50 estados e do distrito de Columbia, onde fica a capital Washington.

Antes da eleição, os estados de Nevada (6 delegados), Colorado (9 delegados), Iowa (9 delegados), Wisconsin (10), Ohio (18), Pensilvânia (20), Michigan (16), Virgínia (13), Carolina do Norte (15), New Hampshire (4) e Flórida (29) eram considerados tecnicamente empatados, e oficialmente poderiam ser ganhos por qualquer um dos candidatos. Obama já possuía ligeira vantagem na maior parte deles, menos na Carolina do Norte e na Flórida.

A vitória em Ohio e na Flórida acabou sendo crucial para determinar a vitória de Obama, após um tenso processo de apuração.

Incentivar o voto foi um movimento intensivo dessas eleições, já que a escolha do presidente não é obrigatória nos Estados Unidos. Em suas campanhas, os dois candidatos movimentaram mais de US$ 2 bilhões, e boa parte de seus gastos foram em propaganda.

Obama passou o dia em Chicago e não precisou ir a um local de votação – ele já havia depositado seu voto 12 dias antes, em 25 de outubro, na mesma cidade.

O gesto – o primeiro de um mandatário dos EUA na história – foi um modo de incentivar o voto antecipado pelos eleitores, no qual esperava levar vantagem. Segundo estimativas de institutos de pesquisa, cerca de 31 milhões de americanos votaram antes da terça-feira.

Fonte: G1

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar