Costa Rica 28 ℃

Giroto defende redução de exigências para autorização de obras

Deputado defendeu a redução das exigências sócio-ambientais para autorização de obras de infraestrutura

Publicado em 29/06/2011 15:21

O deputado federal Giroto (PR-MS) defendeu na manhã de hoje (29/06) a redução das exigências sócio-ambientais para autorização de obras de infraestrutura, como rodovias, ferrovias e hidrovias. O posicionamento foi feito durante solenidade de relançamento da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog), em Brasília.

“Não há duvidas de que é necessário reduzir as exigências sócio-ambientais para que as autorizações para construção de obras saiam de forma ágil. O Brasil precisa construir urgente uma malha viária para escoar a produção crescente agropecuária e mineral e, desta maneira, evitar um colapso nas exportações”, destacou Giroto, reforçando às afirmações do diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Luiz Pagot, durante o evento.

O diretor citou casos em que a demora na concessão das licenças sócio-ambientais atrapalharam o andamento da obra. “Na BR-163 lutamos quatro anos para conseguir a autorização”, completando que em alguns casos “fazem exigências absurdas. A maioria não tem nada de questão ambiental”. Ao todo, segundo Pagot, existem 60 obras com paradas ou com problemas por   causa das autorizações sócio-ambientais. “Isso atrapalha o desenvolvimento do país. São assuntos que não podem continuar deste jeito”, destacou Pagot.

O evento foi realizado no anexo IV da Câmara dos Deputados, sob a coordenação do deputado federal Homero Pereira (PR-MT), com a participação de mais de 15 parlamentares federais e representantes de ministérios e de autarquias federais. (Assessoria de Comunicação Deputado Giroto).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar