Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

castracao

19 de julho, 2018 às 15:41

Costa Rica é a cidade para quem gosta de turismo de aventura

Com 25 mil habitantes, o município, por meio da prefeitura, tem investido recursos próprios neste nicho vocacional turístico.

Foto: Divulgação

Quem procura aliar a prática de esportes a passeios turísticos em meio à natureza tem no município de Costa Rica – distante 350 km de Campo Grande – uma opção que é cada vez mais atrativa. Para confirmar  o recente perfil aventureiro da cidade, basta conhecer o recheado calendário de eventos esportivos e também culturais.
 
Já a partir deste fim de semana (21 e 22), Costa Rica se tornará a capital brasileira de bike, com a promoção do Brasil Ride 24 horas de Mountain Bike. A prova é preparatória para o Campeonato Mundial de MTB 24 Horas Solo 2019, evento inédito no País e que será realizado em julho do ano que vem. No domingo (22), será a vez de mais uma etapa da Trail Run Series da Brasil Ride, a corrida de montanha do circuito, que conta com cinco etapas em 2018.
 
Com 25 mil habitantes, o município, por meio da prefeitura, tem investido recursos próprios neste nicho vocacional turístico. “Aqui, nós temos um terreno propício para a prática de esportes de aventura, particularmente os ligados a mountain bike, que se aproveitam dos belos cânions”, explica Waldeli dos Santos Rosa, prefeito da cidade.
 
Segundo ele, quando assumiu a prefeitura em 2001, o mercado turístico era pouco explorado, mas, em 2014, fez um projeto para alavancar o setor. “Trouxemos a Copa América para cá, com vários corredores, e eles começaram a divulgar o lugar para outros segmentos. Damos nossa contrapartida na realização destes eventos, que aumentam cada vez mais”.
 
Com um importante circuito de belezas naturais, formado por cânions, parques e cachoeiras, Costa Rica viu o número de turistas aumentar e, com eles, a demanda por infraestrutura.
 
“Melhoramos nosso receptivo, há mais hotéis, inclusive os de cidades vizinhas, que também ganham quando há supereventos como o deste fim de semana, por exemplo”, conta o prefeito, salientando que é tudo um trabalho de formiguinha, mas que está dando bons resultados.
 
Pontos turísticos
 
Principal ponto turístico de Costa Rica, o Parque Natural Municipal Salto do Sucuriú impressiona pelas riquezas naturais e pela estrutura, fazendo parte do circuito de 29 km da prova de ciclismo, que servirá de evento-teste para o Campeonato Mundial de MTB 24 Horas Solo 2019, em julho do próximo ano. 
 
Com área de 57 hectares e vegetação típica do Cerrado, o Salto do Sucuriú está localizado a 3 km da área urbana. Tem estacionamento de veículos, infraestrutura com lanchonete, banheiros, quadra de areia para prática de vôlei e futebol, quiosques próximos à piscina natural e mirantes em que é possível vislumbrar lindas cachoeiras. A prática de esportes de aventura, como rapel, rafting e tirolesa, é pura diversão. A exploração das trilhas propicia ao visitante um contato direto com a mata virgem, que apresenta rica biodiversidade.
 
Nas corredeiras do Rio Sucuriú, a emoção toma conta dos turistas que praticam o rafting num percurso de 8 km e 2 horas e meia de duração. O circuito de tirolesa torna a visita ao parque municipal ainda mais inesquecível. Uma das vias com queda de 70 metros termina em um banho de piscina (Tirolesa da Libélula), outra tem 230 metros (Tirolesa do Tucano) e a mais extensa tem 400 metros (Tirolesa da Andorinha), proporcionando ao turista uma visão maravilhosa do Salto Majestoso. Tal atividade permite ao praticante a emoção de voar por vales contemplando as mais belas paisagens.
 
Outros parques e cachoeiras destacam-se em Costa Rica. O Parque Natural Municipal da Lage, a 17 km da cidade, tem um balneário composto por diversas piscinas naturais do Ribeirão de Lages e um pequeno cânion com saltos, grutas sob pedras e corredeiras dentro da mata virgem, cuja beleza poderá ser observada nos mirantes. As Cachoeiras da Arara e da Rapadura, que ficam a 45 km e 47 km do centro da cidade, respectivamente, próximas de Alcinópolis, contam com quedas de 30 metros, apresentam vegetação rica em espécies do Cerrado, mata estacionária e ciliar de encosta com formação de vale profundo.
 
O Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari fica a 50 km do município, na rodovia que liga Costa Rica a Baús. O parque foi criado em virtude da iniciativa da população, preocupada com a proteção das nascentes do Rio Taquari. Uma de suas grandes riquezas são os sítios arqueológicos, além de um cenário de ampla beleza cênica, que se compõe por um conjunto de seis grandes cânions, trabalho de milhões de anos de escavação na borda ocidental do Planalto Central Brasileiro, onde o pôr do sol é inesquecível.
 
Costa Rica tem ainda em sua área uma parte do maior parque do bioma Cerrado do Brasil: o Parque Nacional das Emas, onde a área de 133 mil hectares apresenta vegetação predominante de Cerrado do tipo sensu stricto, com vasta diversidade de flora e fauna. Apresenta ainda o raro fenômeno da Bioluminescência dos Cupinzeiros, denominada de “As Luzes dos Chapadões”, que consiste na irradiação de luzes fosforescentes de cor azul-esverdeada, produzidas por pequenas larvas que se hospedam nos cupinzeiros.
 
Correio do Estado/Cristina Medeiros 
Câmara_630_NEWS
Imprimir


Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

Mais Médicos

» todas as charges

PUBLICIDADE

Entrevistas / Artigos

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!