Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

CMCR_NOVEMBRO AZUL

18 de setembro, 2019 às 15:36

Pavimentação asfáltica da MS-223 que liga Costa Rica a Campo Grande segue em ritmo intenso; 10km já estão concluídos

Obra conta com duas frentes de trabalho, sendo uma saindo de Costa Rica e outra de Figueirão

Costa Rica em Foco

Foto: Anna Karlla - ASSECOM/PMCR

Um sonho que irá se tornar realidade nos próximos meses, a pavimentação asfáltica da rodovia MS-223, que liga Costa Rica – MS a Capital Campo Grande – MS, por meio da cidade Figueirão – MS, já tem grande parte das suas obras adiantadas.
  
Vinte quilômetros de terraplanagem já estão concluídos, dos quais dez já estão pavimentados. Iniciada no segundo semestre de 2018, a obra de pavimentação asfáltica da MS 223, segue em ritmo acelerado, abrindo espaço para uma nova rota de acesso aos moradores da Região Norte do Estado de Mato Grosso do Sul.
 
A rodovia está sendo edificada por duas empresas. A primeira etapa com 32,5km saindo de Costa Rica é executada pela empresa Bandeirante. A frente de serviço já passou pelo Rio Cascavel. Já o trecho de 28,5km que sai de Figueirão, iniciou a terraplanagem, sendo responsabilidade da empresa Vale do Rio Novo.
 
Somando os dois trechos serão investidos mais de R$ 80 milhões de recursos do Fundersul – Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário por meio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.
 
Conforme o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, a pavimentação asfáltica irá facilitar a ida dos moradores de Costa Rica para Capital Morena e também irá melhor o escoamento da produção na região, bem como impulsionar o turismo. “Este asfalto é uma conquista para as duas cidades, além de ser acordo político que foi firmado nas eleições de 2014 quando nosso grupo apoiou o governador Reinaldo Azambuja no segundo turno na contrapartida dele viabilizar está pavimentação asfáltica”, lembrou o gestor.
 
Waldeli acrescenta que com a realização da obra, cerca de 80km serão reduzidos de Costa Rica a Campo Grande, diminuindo também o tempo da viagem de 40 a 50 minutos. “A implantação desse asfalto vai facilitar o acesso entre Costa Rica a Capital Morena, o que vai intensificar o escoamento da produção e do turismo na nossa região”, enfatizou o prefeito de Costa Rica.
 
Mesmo as obras do segundo trecho saindo de Figueirão já terem iniciado, está previsto a visita e lançamento da mesma pelo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), dentro da programação do aniversário de Figueirão na sexta-feira, 27 de setembro de 2019. 
 
Turismo
O avanço da obra também tem deixado otimistas os representantes do setor turístico da região. Para o secretário Municipal de Turismo, Meio Ambiente, Esporte e Cultura, Keyler Simey Garcia Barbosa, a redução no tempo de deslocamento vai intensificar o fluxo de turistas para a rota Cerrado Pantanal.
 
“Sabemos que a maioria dos turistas de pequenas operadoras, agências e particulares desembarcam em Campo Grande, visto que há maior opção da malha aérea, valores mais atraentes e menos tempo de deslocamento terrestre. A nova rodovia deve trazer grande parte destes turistas para Costa Rica e consequentemente para a rota Cerrado Pantanal”, avaliou Keyler Barbosa.

CONTRA DENGUE
Imprimir


“Não se combate o crime cometendo crime”

#FICAADICA

Atire a 1ª pedra!

Aquele que tiver a real...

Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

COVID-19

» todas as charges

PUBLICIDADE

All Gas

Entrevistas / Artigos

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!