Costa Rica 15 ℃

Atletas superam o frio e prestigiam 1ª Corrida do Trabalhador

Frio não espanta atletas na 1ª Corrida do Trabalhador

Publicado em 02/05/2012 12:22

Atletas superam o frio e prestigiam 1ª Corrida do Trabalhador
Corredores enfrentam frio na 1ª Corrida do Trabalhador (Fotos: Luana Aguiar)

Mesmo com o tempo frio que fez em Costa Rica (MS) na manhã de terça-feira (1º de maio), os amantes do atletismo não deixaram de prestigiar a 1ª Corrida do Trabalhador que teve a largada e chegada no Centro de Eventos Ramez Tebet, percorrendo ao todo 10 km.

Clique aqui e veja a galeria de fotos:

A campo-grandense Lúcia A. Pinheiro, 43 anos, que competiu representando o Grupo Paraná, foi destaque na competição por ser a única mulher a participar da corrida, para ela é muito importante a prática esportiva, participar de competições e interagir com os competidores.

“Depois que comecei a correr minha qualidade de vida melhorou 100%”, disse ela após vencer a etapa, na categoria feminino com 52 minutos.

O delegado de Polícia Civil de Costa Rica, Cleverson Alves dos Santos que também participou da competição destacou a importância de incentivar o esporte dentro do município.

“Além de incentivar a prática esportiva, ações como está mostra os grandes potenciais que temos dentro da cidade, como por exemplo, o jovem costarriquense Valdir Junior que venceu a prova e representou muito bem o município. É um atleta de futuro”, destacou o delegado.

Os atletas, costarriquenses e campo-grandenses se esquentaram ao participar da competição, que reuniu não somente os esportistas, mas também seus familiares.

“A vida torna-se boa quando damos um propósito a ela, pois viver apenas por viver é bom, mas viver, buscando sempre um novo objetivo é melhor ainda. Por menor que seja, vivo sempre atrás de novos desafios para deixar a vida mais agradável. E um desses pequenos desafios que me coloco, é cada vez ir mais longe por meio dos treinos, das corridas que faço. Cada vez que supero um obstáculo, pode parecer loucura, mas procuro outro, não importa a distância, 5, 10, 21, 42, o importante é estar lá é poder participar daquele momento único, declarou o maratonista campo-grandense Francisco José da Silva, 46 anos.

Segundo o presidente do SINTRAB – Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Açúcar, Etanol e Bioenergia de Chapadão do Sul (MS) e Costa Rica (MS), Geraldo de Paula, a corrida teve como principal objetivo mostrar por meio do esporte a importância da interação dos participantes e a qualidade de vida que se pode alcançar.

“Os atletas não tiveram vida fácil. Enfrentando muito frio e tiveram que lidar com a baixa umidade do ar. Os corredores disputaram uma difícil prova com percurso de 10 km por isso considero que todos foram vencedores”, declarou o responsável pelas Relações Públicas do SINTRAB, José Manoel.

Confira abaixo a classificação na categoria masculina:
3º lugar - Antônio Carlos Souza Leite, 26 anos – Prêmio: R$ 300.00
2º lugar - Alcione Elias de Andrade, 35 anos – Prêmio: R$ 350.00
3º lugar - Antônio Carlos Souza Leite, 26 anos – Prêmio: R$ 300.00
4º lugar - Manoel de Souza Santos, 45 anos – Prêmio: R$ 200.00
5º lugar - Jhonatan Corrêa Mendonça, 21 anos – Prêmio: R$ 100.00
6º lugar - Francisco José da Silva, 46 anos – Prêmio: R$ 50.00

Até o 10º lugar todos os atletas receberam medalhas de participação.

A competição foi removida pelo SINTRAB em parceria com as empresas da cidade e com apoio da ACIACRI – Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Costa Rica e do Poder Público Municipal.

"As condições climáticas foi nosso maior adversário, que aliadas à subida da Avenida José Ferreira da Costa deixaram a prova muito puxada”, comentou o atleta costarriquense Kleber Ferreira de Freitas, 27 anos, que correu pelo Grupo Paraná.

Autoridades estiveram prestigiando a solenidade de entrega dos prêmios aos atletas, entre elas; o presidente do SINTRAB – Geraldo de Paula, o prefeito de Costa Rica - Jesus Queiroz Baird, o ex-prefeito e presidente do Grupo Paraná - Waldeli dos Santos Rosa, o vereador Adair Tiago de Oliveira, entre outros.

A Polícia Civil, Polícia Militar e a FHCR – Fundação Hospitalar de Costa Rica deram todo apoio necessário para a realização da prova.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar