Costa Rica 20 ℃

Corinthians dá vexame, leva 2 a 0 é o 1º brasileiro a cair na Libertadores

Aos 32min, Murillo cruzou na área e Medina marcou de cabeça

Publicado em 12/04/2011 20:59

Corintianos deixam gramado após eliminação na Pré-Libertadores diante do Tolima

Uma derrota por 2 a 0 para o Deportes Tolima, na Colômbia, significou o maior vexame do Corinthians na história da Libertadores. Depois de um frustrante empate por 0 a 0 no Pacaembu, o time de Parque São Jorge viajou pressionado à cidade de Ibagué, jogou muito mal na noite desta quarta-feira e levou dois gols no segundo tempo.

Dessa forma, pela primeira vez desde que a fase Pré-Libertadores foi criada, em 2005, um clube brasileiro é eliminado sem atingir a fase de grupos. O fiasco compromete toda a temporada corintiana, que terá dias difíceis pela frente. Restam o Campeonato Paulista e o Brasileiro, e agora o técnico Tite pode perder o emprego.

O primeiro gol do Tolima, anotado por Santoya, surgiu em um lance que a defesa alvinegra ficou em linha, erro cometido desde o primeiro jogo, no Pacaembu.

O peruano Ramírez, que estreou bem no último domingo, só piorou a situação. Ele entrou logo depois do primeiro gol e foi expulso depois de dar uma cotovelada no adversário.

A opção de Tite de sacar Bruno César e escalar Paulinho no meio-campo para corrigir a deficiência na armação, apresentada durante a partida de ida no Pacaembu, não surtiu efeito. Jorge Henrique ficou com a incumbência de buscar o jogo para abastecer Ronaldo e Dentinho na frente. Entretanto, se escondeu.

O time da casa imprimiu uma pressão nos 20 minutos iniciais, quando finalizou a gol cinco vezes. Em uma delas, Castillo avançou sozinho pela direita e chutou. Júlio César fechou bem o ângulo e espalmou.

A defesa corintiana atuou em linha, fato que facilitou os lançamentos em profundidade nas costas da zaga. Fábio Santos, substituto de Roberto Carlos, aparentou estar sem ritmo de jogo, e pelo seu lado o Tolima chegou com mais frequência no primeiro tempo.

Para sorte dos brasileiros, os colombianos falharam na finalização. Segundo o Datafolha, foram dez finalizações erradas e apenas uma certa.

A partir dos 30min, o Corinthians conseguiu ficar mais tempo com a bola no pé, porém sem qualidade para chegar ao gol adversário. Errou muitos passes – um aproveitamento pífio de 66%.
O goleiro Júlio César culpou o gramado. “Está difícil de dominar a bola, até para bater o tiro de meta está complicado porque o campo está muito ruim. Pelo menos não tomamos o gol. Vamos procurar voltar melhor no segundo tempo”, declarou o camisa 1, na saída para o intervalo.

A primeira boa jogada corintiana ocorreu somente aos 6min do segundo tempo. Após troca de passes pelo lado esquerdo do ataque, Ronaldo ajeito, Paulinho chutou e o goleiro Silva mandou pela linha de fundo.

Os corintianos adotaram como estratégia apertar a saída de bola do adversário, e o Tolima demonstrou fragilidade. Ronaldo aproveitou uma sobra e obrigou o goleiro da casa voar para espalmar.

Quando a equipe de Parque São Jorge parecia melhor, a defesa mais uma vez ficou em linha, Santoya apareceu sozinho na cara do gol e finalizou de forma perfeita.

Tite mandou Danilo e Ramírez a campo, nos lugares de Paulinho e Dentinho. O peruano ficou em campo durante três minutos e foi expulso. O árbitro viu uma cotovelada do camisa 18.  
Aos 32min, Murillo cruzou na área e Medina marcou de cabeça: 2 a 0.

(UOL Esporte)

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar