Costa Rica 17 ℃

Funcionários que vazaram imagens de Cristiano Araújo morto são demitidos; compartilhar é crime, alerta especialistas

Vídeos e fotos circularam pelas redes sociais durante toda esta quinta-feira (25)

Publicado em 26/06/2015 07:08

Funcionários que vazaram imagens de Cristiano Araújo morto são demitidos; compartilhar é crime, alerta especialistas
Funcionários que realizaram as imagens de Cristiano Araujo (Foto: Reprodução)

Os dois funcionários da Clínica Oeste Tanatopraxia, em Goiânia (GO), responsáveis pela divulgação de fotos e de vídeo, nos quais o cantor Cristiano Araújo aparece sendo preparado para o velório, foram demitidos por justa causa na noite desta quinta-feira (25).

O vídeo mostra o momento em que o cadáver do cantor está com o peito aberto e sendo aspirado por um dos funcionários enquanto uma outra funcionária filma a ação. Inclusive, a funcionária vira o celular para si mesma, registrando seu rosto, além de pedir para o outro funcionário fazer "tchauzinho" e tirar a costela do rosto do cantor para que ela pudesse filmá-lo.

Não demorou muito. Poucas horas após a morte de Cristiano Araújo ser confirmada, começaram a circular fotos e vídeos relacionados ao acidente que vitimou o cantor e namorada, Allana Morais. Esse material foi compartilhado rapidamente pelas redes sociais e no comunicador instantâneo WhatsApp. Porém, o pior ainda estava por vir.

Após o cantor ser levado para autópsia e preparação do corpo na funerária, novas fotos e vídeos trouxeram imagens chocantes do corpo do sertanejo antes e depois de ser maquiado e até mesmo com a região abdominal aberta.

Esses arquivos, supostamente feitos por funcionários dos locais que atenderam o artista e sua namorada, Allana, logo invadiram de forma viral os grupos de Whats e as linhas do tempo de Facebook. Muitas pessoas que evitam esse tipo de conteúdo se depararam com as fotos e vídeos involuntariamente, tamanha a velocidade da circulação pela web.

Em nota divulgada pela clínica terceirizada nas redes sociais, a empresa informou que "repudia com veemência" o ato dos dois funcionários que, "de maneira mórbida", gravaram e divulgaram as imagens do cantor.

Fonte ligada à funerária Paz Eterna, que contratou os serviços da terceirizada, afirma que os dois funcionários envolvidos no vazamento prestaram depoimento à polícia na madrugada desta sexta-feira (26). Ambos poderão responder pelo crime de vilipêndio a cadáver, que prevê de um a três anos de prisão mais pagamento de multa.

Quem também apura o vazamento de imagens é o Hugo (Hospital de Urgências de Goiás). Em um vídeo feito dentro da área restrita do hospital, o cantor aparece sendo atendido pelos médicos. Em nota, o hospital confirmou que as imagens foram gravadas dentro da unidade e que abriu uma investigação para encontrar o responsável pela gravação.

Fotos da namorada de Cristiano Araújo, Allana de Moraes, de 19 anos, também vazaram. Porém o corpo da jovem foi levado para Morrinhos, cidade onde aconteceu o acidente. O R7 ainda não conseguiu contato com a clínica responsável pela preparação do corpo. Nas imagens que circulam pelas redes sociais, Allana aparece morta na rodovia e, em outras, em uma sala da clínica, tendo seu rosto reconstruído, que ficou desfigurado do lado esquerdo.

Nota na íntegra

"Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo a divulgação de imagens do corpo do cantor Cristiano Araújo, a Clínica Oeste vem a público informar que repudia com veemência o ato dos dois funcionários que, de maneira mórbida, gravaram e divulgaram tais imagens.

A clínica tem como procedimento orientar sua equipe que, inclusive, assina regulamento interno de trabalho e Ordem de Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho individual para cada caso, documentos estes que proíbem que toda e qualquer etapa do trabalho desenvolvido na empresa seja gravado, fotografado e, principalmente, divulgado.

Diante do erro cometido por dois funcionários de seu quadro profissional, a clínica informa que não é conivente com este tipo de conduta e que já tomou as providências legais para efetuar as demissões por justa causa.

A Clínica Oeste existe há quatro anos e reitera seu compromisso com a ética, a transparência, o zelo pela prestação do serviço e o respeito às famílias, e se solidariza com todos os que, como ela, repudiam tal ato."

Indenização

Pouca gente sabe, porém, é que é ilícito produzir e repassar material desse tipo. Segundo a advogada Cristina Sleiman, as famílias de Cristiano e Allana podem processar e exigir indenização por danos morais para os funcionários que fizeram as fotos e vídeos e também para as empresas nas quais eles trabalhavam.

— Antes de tudo, foi cometida uma infração administrativa, desrespeitando a preservação do sigilo das informações da empresa. Além disso, mesmo morto, o humano tem direito à preservação da imagem.

A remoção dos arquivos da internet também pode ser exigida e pessoas que fazem o compartilhamento são alvos de punição também.

Se dependesse da revolta de alguns usuários do Facebook, o correto seria até mesmo prender quem produziu o material. Elver Varjão, produtor de música sertaneja, divulgou fotos dos funcionários do necrotério em sua timeline e classificou o vídeo como "abominável".

— A tragédia e a dor para a maioria. Para alguns, o momento é para bizarrice e se aparecer, aproveitando para se promover às custas da tristeza. Gravar o preparo do corpo do Cristiano e sair passando por aí é inaceitável. Espero ver esses monstros na cadeia, na mesma velocidade com que esse vídeo abominável se espalhou.

Fonte: R7

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar

Cidades

Operação da PF prende suspeito de tráfico internacional de drogas em MS

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (8), a Operação Selfie Portrati, que investiga a atuação de uma organização criminosa no tráfico inte...