Costa Rica 26 ℃

Vettel e Alonso decidem título em Interlagos

O GP Brasil de Fórmula 1 deste ano

Publicado em 23/11/2012 07:27

O ronco dos motores agita o autódromo de Interlagos neste fim de semana com a realização do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, que encerra a temporada da principal competição do automobilismo mundial. Na liderança do ranking dos principais eventos da cidade, o GP Brasil de Fórmula 1 vai tremer. O GP Brasil de Fórmula 1 deste ano conta com investimentos estimados em R$ 23 milhões, pela Prefeitura de São Paulo, tendo a previsão de movimentar mais de R$ 250 milhões na economia da cidade.

Nesta edição, a corrida será marcada pela disputa do título entre os pilotos Sebastian Vettel e Fernando Alonso, representantes, respectivamente, da RBR e da Ferrari. Vettel e Alonso duelaram ao longo do campeonato —um dos mais disputados dos últimos anos—, tendo revezado a liderança da competição em alguns momentos.

Na penúltima prova da competição, no GP dos Estados Unidos, realizado na última semana, Vettel teve a oportunidade de se sagrar tricampeão mundial de F1, porém não conseguiu vencer a prova e terminou na segunda posição da etapa, vencida por Lewis Hamilton, da McLaren.

Depois de 20 provas disputadas, o alemão Vettel lidera a classificação com 273 pontos, seguido pelo espanhol, Alonso, com 260 pontos. O piloto da Red Bull conquistou cinco vitórias na temporada, contra três de seu adversário.

Para sair com o título e levantar a taça, Vettel precisa ficar pelo menos na quarta posição. Já Alonso tem que ganhar a corrida e ainda torcer para que o seu principal concorrente ao título fique em quinto lugar.

Brasileiros

Além da disputa do campeonato, o público que comparecer a Interlagos terá mais uma vez a oportunidade de torcer pelos brasileiros Felipe Massa (Ferrari) e Bruno Senna (Willams). Mesmo diante de resultados não positivos ao longo da competição, Massa se recuperou nas últimas provas e ocupa a sétima colocação do campeonato, com um total de 107 pontos.

Neste ano, o piloto sofreu com problemas em sua Ferrari, além de brigas internas dentro da escuderia italiana, o que prejudicou seu desempenho na temporada.

Estreante na categoria principal do automobilismo em 2010, Bruno Senna carrega o peso de ser sobrinho de Ayrton Senna, o maior nome brasileiro de todos os tempos na Fórmula-1. O piloto da Williams encerra a sua temporada e já começa a pensar em 2013. No GP Brasil, Senna chega na 16ª posição, com um total de 31 pontos, e sem propostas de renovação de contrato com a equipe inglesa. A Force India poderá ser o destino do brasileiro no próximo ano.

Mundial de Construtores

A disputa entre a Red Bull e Ferrari não vai se limitar apenas à briga entre os pilotos, tendo ambas as equipes a possibilidade de conquistar o mundial de construtores.A equipe austríaca aposta em Vettel para levantar o terceiro “caneco” consecutivo. Já Fernando Alonso quer quebrar a hegemonia da RBR e assim trazer 17º título de construtores para os italianos.

Despedidas

O GP Brasil também terá a despedida do heptacampeão Michael Schumacher —considerado por muitos o maior piloto do automobilismo de todos os tempos—, que encerra definitivamente a sua carreira diante da torcida brasileira, em Interlagos.

Depois de anunciar em 2006 que abandonaria a Fórmula-1, o alemão retornou às pistas em 2009, pela Mercedes, mas não conseguiu obter o mesmo sucesso e deixa de vez a categoria nesta temporada.

Fonte: PANORAMABRASIL

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar