Costa Rica 20 ℃

MP denuncia Thor Batista por morte de ciclista no Rio de Janeiro

O laudo pericial lista seis indicadores que atestariam a velocidade mínima de 135 km/h

Publicado em 17/05/2012 07:59

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou nesta quarta-feira o empresário Thor Batista pelo homicídio culposo (quando não há intenção de matar) do ciclista Wanderson Pereira do Santos, na rodovia Washington Luís, na Baixada Fluminense, em 17 de março. Thor, que é filho do empresário Eike Batista, foi indiciado na última sexta-feira. Segundo o laudo pericial, ele dirigia a pelo menos 135 km/h quando atropelou Wanderson, sendo que o limite da rodovia no trecho é de 110 km/h.

Para concluir o inquérito e indiciar Thor, o delegado Mário Roberto Arruda, da 61ª DP (Xerém), considerou o depoimento de testemunhas que afirmaram que Thor dirigia em zigue-zague antes da colisão, tendo inclusive ultrapassado pela direita um ônibus e um carro, o que é proibido.

O laudo pericial lista seis indicadores que atestariam a velocidade mínima de 135 km/h: a violência com que o pé da vítima foi amputado pelo impacto; a grande distância percorrida pelo corpo após a colisão; o carro ter parado alguns metros à frente da vítima; a bicicleta ter sido encontrada quase em frente ao corpo da vítima, mas no lado oposto da pista; os dados técnicos do veículo; e "a aplicação das leis físicas oriundas da mecânica newtoniana".

Fonte: Terra

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar