Costa Rica 22 ℃
Polícia Civil de Costa Rica fecha boca de fumo e prende 5 por tráfico
Foto: Divulgação/DEPOL de Costa Rica

Polícia Civil de Costa Rica fecha boca de fumo e prende 5 por tráfico

Os traficantes foram presos no momento em que embalavam a droga para revender

Publicado em 27/05/2011 13:31

Anderson dos Santos Magalhães, 21 anos, Marta Regina Guimarães, 37 anos e 3 menores, foram flagrados na noite de ontem (27) pela polícia civil de Costa Rica (MS), no momento em que preparavam paradinhas de crack (cocaína) para revender, na rua João Bispo de Carvalho, no bairro Sonho Meu 2. Os três menores foram apreendidos e Marta e Anderson presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Anderson e um menor trouxeram 100 gramas de crack (cocaína) da cidade de Três Lagoas (MS), para Costa Rica, onde entregaram para Marta, que juntamente com uma filha e o genro, ambos menores, revendiam a droga na casa onde moram e nas ruas da cidade.

A polícia encontrou ainda na casa onde estavam os traficantes, 3 celulares, R$ 100,00 em dinheiro e 30 paradinhas de crack. A droga estava escondida dentro de uma caixa de sapatos, no quarto. As 100 gramas de crack, que ainda estavam em forma de pedras foram encontradas pelos policiais escondidas dentro de uma mochila, no mesmo quarto.

A polícia chegou até os traficantes através de denúncia anônima.

Passado

Marta Regina Magalhães e seus filhos possuem um longo histórico criminoso. Em abril do ano passado ela foi presa juntamente com outras três pessoas, por receptação. À época a polícia encontrou na casa de Marta um televisor de 42 polegadas, talão de cheques e diversos outros objetos roubados de Elimar Waldow, 66 anos, em Chapadão do Sul (MS).

O Roubo foi praticado pela filha de Marta de 15 anos de idade, a nora dela Lorraine Alves Camilo, 23 anos e o irmão Thiago Danilo Alves Camilo 22 anos.

Marta é mãe do também traficante Tiago Aparecido Guimarães, 19 anos. Tiaguinho, como é conhecido, quando adolescente respondeu por homicídio qualificado, porte e posse ilegal de arma de fogo e lesão corporal dolosa, tendo ficado apreendido na UNEI (Unidade Educacional de Internação) por dois anos. Ele foi preso também em abril do ano passado, por tráfico de drogas.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar