Costa Rica 28 ℃

Deputado Giroto apoia PEC 300 que cria piso nacional para PMs e Bombeiros

O corporação reivindica aprovação da PEC 300, cria um piso salarial nacional

Publicado em 31/05/2011 17:17

O deputado federal Giroto (PR-MS) afirmou na manhã de hoje que apoia a mobilização dos policiais e dos bombeiros militares em Brasília, realizada hoje e amanhã (01/06). O corporação reivindica aprovação da PEC 300, cria um piso salarial nacional.

O parlamentar sul-mato-grossense fez a afirmação ao deputado estadual Cabo Almi (PT/MS) e aos representantes da categoria: Robson Barros, da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar eBombeiro Militar de Mato Grosso do Sul; e sargentos Lorenzetti, Ricardo e Mônaco, da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Estado de Mato Grosso do Sul. Hoje, no período da tarde foi lançada Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300.

“É necessário que os policiais militares, bombeiros, professores e trabalhadores da saúde tenham pisos salariais nacionais. Com isso, há condições de resolver os problemas do Brasil já que os ganhos de cada uma das categorias serão homogêneos em qualquer ponto do nosso país. Passa a existir uma regra”, destacou Giroto.

Tramitação
A tramitação da PEC 300 está parada desde março do ano passado, quando a proposta foi aprovada em primeiro turno na Câmara. Desde então, o governo conseguiu adiar a votação do segundo turno. Tudo porque o Palácio do Planalto é contra a criação de um fundo, abastecido com dinheiro da União, para bancar o aumento salarial dos policiais e bombeiros nos estados. Também há pressão dos governadores, que temem não terem condições de arcar com o novo piso. A proposta aumenta para R$ 3,5 mil o salário inicial dos praças e para R$ 7 mil o dos oficiais. Atualmente, a média nacional é de R$ 1.814,96. (Assessoria de Comunicação Deputado Giroto).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar