Costa Rica 26 ℃

Edson Giroto volta ao PMDB para disputar Prefeitura de Campo Grande

O deputado Paulo Corrêa (PR) afirmou que as chances de Giroto retornar ao PMDB são de 95%

Publicado em 03/10/2011 18:00

O deputado federal Edson Giroto deve definir até sexta-feira eventual mudança de partido. Ele poderá deixar o PR e retornar ao PMDB para ser candidato a prefeito de Campo Grande. No sábado, durante ato de filiações na Câmara da Capital, Giroto foi convidado publicamente para ingressar no PMDB e ser o candidato com apoio (‘sem constrangimento’) do governador André Puccinelli e o prefeito Nelsinho Trad. O deputado agradeceu e disse que, independentemente de partido, seguiria fiel ao grupo político comandado pelo governador André Puccinelli.

Perguntado sobre a troca de legenda, Giroto disse que ainda não havia uma definição e que o governador André Puccinelli e o deputado Londres Machado, presidente do PR, teriam uma reunião ainda nesta segunda-feira para discutir a questão. Políticos que pretendem concorrer as eleições municipais de 2012 têm prazo até sexta-feira, 7, para confirmar filiação em partido político. A agenda do governador reserva horário no mesmo dia para Giroto.

“Em qualquer lugar que eu estiver vou continuar lutando pelos projetos do meu Estado e pelo desenvolvimento de Campo Grande”, disse Giroto na Assembleia Legislativa, garantindo que vai acatar o que os líderes dos dois partidos decidirem.

O deputado Paulo Corrêa (PR), indagado sobre o provável desfalque na bancada dos republicanos na Assembleia Legislativa, afirmou que numa escala de 0 a 100, as chances de Giroto retornar ao PMDB são de 95%. O prefeito Nelsinho Trad comentou que a mudança de partido é uma possibilidade em qualquer situação, mas a confirmação deveria ser perguntada ao próprio deputado.

Fonte: Campo Grande News

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar