Costa Rica 20 ℃

Mais de R$ 4,5 milhões: esse é o valor que o prefeito Cleverson teria gastado com pagamento de diárias para os servidores da Prefeitura de Costa Rica

Ao fazer um comparativo dos últimos 4 anos do ex-prefeito Waldeli (2017/2020), o prefeito delegado Cleverson teria gastado 105,70% a mais em diárias pagas aos servidores, isso em apenas 3 anos e 4 meses

Publicado em 17/04/2024 06:15

Mais de R$ 4,5 milhões: esse é o valor que o prefeito Cleverson teria gastado com pagamento de diárias para os servidores da Prefeitura de Costa Rica
Imagem alterada para correção de dados (Imagens: Divulgação Redes Sociais / Arte: CRF / (Fonte de dados: Portal da Transparência) 

R$ 4.572.635,27 - quatro milhões, quinhentos e setenta e dois mil, seiscentos e trinta e cinco reais e vinte e sete centavos - esse é o valor, segundo o Portal da Transparência, que o prefeito de Costa Rica/MS, delegado Cleverson Alves dos Santos (PP) teria pagado em diárias para os servidores públicos municipais, no período de três anos e quatro meses, ou seja, de janeiro de 2021 a abril de 2024.

O levantamento do Costa Rica em Foco mostra que o Poder Executivo vem elevando seus gastos com o pagamento de diárias aos servidores públicos municipais. De acordo com a consulta feita no Portal de Transparência, já foram gastos R$ 4.572.635,27 com esse tipo de despesa, uma média mensal de R$ 114.315,88 (cento e quatorze mil, trezentos e quinze reais e oitenta e oito centavos).

São 105,70%, mais que o dobro foram gastos, se comparado ao período de 2017/2020, quando o ex-prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (MDB) teria abonado o pagamento de R$  2.667.545,44 (dois milhões, seiscentos e sessenta e sete mil, quinhentos e quarenta e cinco reais e quarenta e quatro centavos) em diárias aos servidores públicos municipais, uma média mensal de R$ 55.573,86 (cinquenta e cinco mil, quinhentos e setenta e três reais e oitenta e seis centavos).

Entre os servidores que mais receberam diárias na atual gestão, aparece o prefeito delegado Cleverson, ao todo ele já teria embolsado R$ 258.048,64 (duzentos e cinquenta e oito mil, quarenta e oito reais e sessenta e quatro centavos) desde o início de sua gestão, em 2021.

Devido a esse altíssimo valor pago em diárias, o prefeito delegado Cleverson pode chamar a tenção de alguns órgãos de fiscalização como o TCE/MS - Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul - e o MPE - Ministério Público Estadual - que poderá apurar eventual crime de improbidade administrativa, uma vez que o pagamento das diárias pode ter sido feito indevidamente, em prejuízo ao erário, “porque as viagens apresentadas como suposta motivação ou não ocorreram ou não serviram a fins público – não justificando, desta forma, os gastos. O que levanta suspeita de que o expediente foi utilizado apenas para complementar indevidamente os ganhos salariais dos servidores públicos beneficiados com as diárias”, denunciou um servidor ao Costa Rica em Foco.

RPAs
Em agosto de 2023, o morador Valdoerick Alves Rodovalho, protocolou denúncia no TCE/MS - bem como na Câmara de Vereadores do município alertando para supostas irregularidades na contratação de pessoal terceirizado pela Prefeitura de Costa Rica.

Segundo Valdoerick, ele teria encontrado no Portal da Transparência do Município elevados gastos na contratação por RPA - Recibo de Pagamento Autônomo - ou seja, contratação de serviços de terceiros por meio de pessoa física, passando de R$ 16 milhões em 1 ano e seis meses, sendo R$ 11.102.626, 58 no ano de 2022 e R$ 5.146.983, 74 até o mês de junho de 2023.

Diante dos números está claro e evidente que o atual prefeito delegado Cleverson vem extrapolando os limites do razoável e ainda o princípio da economicidade, essenciais à conclusão dos gastos públicos, retornando a suspeita que as diárias e os RPAs pagos possam se assemelham como salário indireto em benefício de agentes políticos e/ou servidores do município.

Costa Rica em Foco

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar