Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

Melhores do Ano - CR em Foco

20 de outubro, 2011 às 08:29

TJ/MS derruba feriado pelo Dia da Consciência Negra

Procuradoria Geral do Estado disse que não irá recorrer da decisão

Da redação

Foto: Divulgação

O TJ/MS - Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul considerou inconstitucional a lei que determinou o dia 20 de novembro feriado pelo Dia da Consciência Negra no estado. A ação direta de inconstitucionalidade (Adi) foi julgada na quarta-feira (19) pelos desembargadores do Órgão Especial.

 

A Lei nº 3958, de 31 de agosto de 2010 foi aprovada na Assembleia Legislativa e promulgada pelo presidente, Jerson Domingos. O dia 20 de novembro, foi escolhida por ter sido a data de da morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

 

A ação julgada pelo TJ/MS foi impetrada pela assessoria jurídica da Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul (Fecomércio). Segundo assessoria do TJ/MS, a argumentação é que a lei estadual que criou o feriado interfere nas relações trabalhistas, que é competência da União.

 

O relator da ação, desembargador Paschoal Carmello Leandro, julgou procedendo a argumentação e o voto dele foi seguido, por unanimidade, pelos desembargadores que compõem o Órgão Especial, 12 no total.

 

No ano passado, depois que entrou em vigor, os comerciários tiveram que fechar acordo coletivo para que as lojas pudessem entrar em funcionamento. O presidente do sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande, Idelmar da Mota Lima, disse que a entidade não irá se manifestar e irá acatar a decisão judicial.

 

O procurador do estado, Márcio Arruda, explica que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) já havia se manifestado pela inconstitucionalidade da proposta, quando o projeto de lei foi apresentado pela primeira vez, na Assembleia Legislativa, em 2009.

 

Naquele período, Arruda lembra que a Comissão de Constituição de Justiça e Redação (CCJR) da assembleia opinou pelo arquivamento da proposta. O projeto voltou a ser apresentado em 2010 e, desta vez, foi aprovado. A lei não foi sancionada pelo governador André Puccinelli , mas promulgada pela assembleia, entrando em vigor.

 

Márcio Arruda disse que a PGE não tem intenção de recorrer da decisão, por ter o mesmo entendimento do TJ/MS.

Fonte: G1-MS/SF

Olimpiadas da APAE
Comentários (0)
Enviar para um amigo
Imprimir

não há comentários

Não perca tempo e seja o primeiro a comentar esta notícia.

Antes de registrar seu comentário, Atenção! O site Costa Rica em Foco não divulga comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a Lei, que não tenham o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!


Sonhos de uns...

Pesadelos de outros!

Antes tarde...

Do que nunca!

Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

Paladino da Justiça

» todas as charges

PUBLICIDADE

Diarista

Entrevistas / Artigos

Samuel Magalhães

Saia da Zona de Conforto!

» todas as entrevistas e artigos

Kamarote

Siga-nos

FacebookTwitter
Jornalismo com credibilidade na região norte!