Bom dia, Visitante! (entrar - cadastro)

ALEMS 05

21 de maio, 2022 às 10:32

Preocupados com o futuro, jovens e empreendedores procuram Waldeli para receber dicas de gestão

Waldeli não se furta e tem procurado atender todas as pessoas que lhe procuram

Costa Rica em Foco

Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa WSR

“Boa tarde Waldeli, tudo na paz? Eu gostaria de pedir um conselho se possível. Como você é um grande empresário e que entende bem de como lidar com dinheiro, pensei em falar com você. Meu pai vendeu uma casa que tinha, pegou um dinheirinho até bom, mas agora ele quer investir. E todo dia pensa algo diferente e não avalia os prós e contras. O que você pode sugerir que eu faça para ajudar ele?”.
 
Mensagens como essa, de amigos, jovens, empreendedores e pessoas interessadas em encontrar soluções para as dificuldades vividas pela atual conjuntura econômica são cada vez mais frequentes nas redes sociais do empresário Waldeli dos Santos Rosa (MDB), ex prefeito de Costa Rica - MS por quatro mandatos e presidente do Grupo Paraná que tem em seu quadro funcional sete empresas e aproximadamente 400 colaboradores.
 
Segundo a avaliação de Waldeli, a nova geração não aprendeu a trabalhar com a inflação. “Nós temos uma inflação muito alta que corrói os nossos recursos. E o que acontece quando se tem uma inflação forte? Eu quero conversar com você, micro, pequeno e grande empresário, e também você cidadão que vive com um salário mínimo. Cuidado com a falência da pessoa física é a partir dela que sua pequena, média ou grande empresa venha a fechar as portas”, alertou o empresário em vídeo sobre dicas de gestão postado em suas redes sociais na sexta-feira (20).
 
“Por que isso ocorre? Porque é preciso ter um controle muito rígido e saber separar sua vida pessoal da empresarial. Cuidado, os maiores erros e mais comuns que acontecem, é quando você começa a tirar o dinheiro da sua empresa para pagar dívidas pessoais, familiares. Você sofre porque começa a faltar dinheiro na empresa, você passa a ficar desanimado, e acha que o seu negócio não está indo bem. Você está equivocado, é que o gasto da pessoa física, o chamado pró-labore, aponta que você está retirando mais do que deve. Como as suas despesas físicas subiu muito, você começa a sangrar o seu negócio sem perceber” alertou Waldeli.
 
Consultorias
Waldeli não se furta e tem procurado atender todas as pessoas que lhe procuram, responde os questionamentos que recebe nas redes sociais, sempre incentivando a livre iniciativa. Ele também recebe empreendedores em seu escritório e sempre que possível visita-os.
 
Em uma das visitas feita às proprietárias de uma loja de doces, Waldeli postou em suas redes sociais, citando Ismê Brito e Danúbia, como exemplos de empoderamento feminino e disse ficar honrado em receber convites como esse para tomar um café e bater um bom papo sobre empreendedorismo. “Mulheres empreendedoras, assim como várias outras que vivem em nossa cidade, no nosso Estado, buscam uma oportunidade de expandir seus negócios, que nos mostram cada vez mais a importância da mulher no mundo dos negócios, sendo grandes líderes, seja na iniciativa privada, seja na gestão pública”, reconheceu o ex-prefeito.
 
Ainda no vídeo divulgado na sexta-feira, o ex-prefeito fez questão de chamar a atenção dos seus seguidores para um problema comum vivido pelos pequenos empresários. “Estou falando a você, porque nesta semana eu tive o prazer de dar uma consultoria a uma empresária da nossa cidade. E dentro desta consultoria a empreendedora achava que o negócio dela não estava indo bem, e aí com o nosso bate-papo, ao fazermos um levantamento, ao avaliarmos os pontos, nós chegamos juntos a conclusão, que depois até demos risada, foi o gasto pessoal, da virada do ano para cá que foi muito mais do que empresa permitia de retirada”, explicou o presidente do Grupo Paraná.
 
Waldeli esclareceu que “quando se tira mais da pessoa jurídica, mais do que ela pode, ocorre a falência da pessoa física e não da empresa. Minha dica então foi imediatamente diminuir suas despesas pessoas para não afetar a pessoa jurídica. O resumo de tudo isso: controle amigos. O que é da empresa é da empresa e o que você retira você tem que documentar como retirada de pró-labore. Se diminuiu a entrada da empresa, automaticamente tem que diminuir a retirada do pró-labore”, orientou.
 
“O pró-labore tem que ser um percentual sobre a sua venda, não tem que ser o que você gasta, porque se você fizer isso, você vai falir e vai fechar a porta do seu empreendimento. O momento, amigos, é de conta, de caneta, é de separar o “joio do trigo”. O que é jurídico, o que é física, para você sobreviver e pode comemorar um Brasil gigante que vem por aí após essa pandemia, após essa inflação. Acredito imensamente no potencial do Brasil, seremos um grande país, um grande estado, mas para isso precisamos de grandes empresários e o grande empresário começa com você, o micro, o pequeno empreendedor. Pequeno hoje para ser grande amanhã”, enalteceu Waldeli.
 
Embora seja otimista com relação ao futuro, o empresário que se orgulha de seu período de gestão pública em Costa Rica, admite que o Brasil vive um momento ruim para o empreendedorismo. “ O empreendedor arrisca muito, encontra muitas dificuldades, mas não é hora de cruzar os braços, porque na hora da crise que surgem os grandes empreendedores”, defende o empresário.
 
Waldeli observa que o Brasil será um dos primeiros a sair da crise, pós pandemia. “Então é o momento de ter um planejamento muito qualificado, uma determinação e uma disciplina muito grande para executar o seu projeto, porque o custo do dinheiro está muito caro no mercado”, explica o gestor que mostra preocupação com as dificuldades e aponta que “haverá um momento de quebradeira no Brasil, porque muitos não sabem o verdadeiro valor do custo do dinheiro. Nós temos um dinheiro muito caro para investir. Quem usar desse recurso pode quebrar, por conta da inflação ou pode ir para o empreendedorismo, investir, porque o momento é bom, mas tem que ter cuidado”, adverte o ex-prefeito de Costa Rica. 

PMA 02
Imprimir


Eu ou

Nós?

Água mole em pedra dura...

Tanto bate até que fura

Charge da Semana

Confira as principais charges que estão circulando na internet.

COVID-19

» todas as charges

PUBLICIDADE

CRF Denuncie

Entrevistas / Artigos

Paulo César Regis de Souza

Previdência Social – 100 anos

Nayara Felizardo, repórter Intercept

Quando o assédio vem da Justiça

» todas as entrevistas e artigos

Siga-nos

FacebookTwitter


Jornalismo com credibilidade na região norte!