Costa Rica 17 ℃

Novo secretário de Finanças de Costa Rica se candidata a segundo tesoureiro da Fundação Hospitalar; eleição está prevista para ser realizada no dia 19/10

Nossa reportagem recebeu informações extra-oficiais que toda a antiga diretoria da FHCR, bem como o prefeito delegado Cleverson e o secretário de Saúde Juvenaldo foram ouvidos recentemente no MPE

Publicado em 18/10/2023 06:45

Novo secretário de Finanças de Costa Rica se candidata a segundo tesoureiro da Fundação Hospitalar; eleição está prevista para ser realizada no dia 19/10
Imagems: Portal da Transparência e Site Oficial PMCR

Nomeado há pouco mais de 1 mês, por meio da Portaria “P” N° 642, de 04 de setembro de 2023, o atual secretário Municipal de Administração, Finanças, Planejamento, Receita e Controle, Paulo Cesar Gabaron Vargas, com salário base de R$ 11.000,00 (onze mil reais), ao que parece, não está querendo deixar a FHCR - Fundação Hospitalar de Costa Rica - MS, isso porque, mesmo depois de ser “demitido” do cargo de diretor executivo da entidade, onde tinha um salário aproximado de R$ 8.500,00 (oito mil e quinhentos reais), ele colocou seu nome para concorrer a eleição que irá compor os novos membros da diretoria.

Conforme informações do Portal da Transparência, Paulo Cesar Gabaron Vargas, foi nomeado no cargo em comissão, como secretário Municipal de Administração, Finanças, Planejamento, Receita e Controle, com Salário Base de R$ 11.001,65 e carga horária das 8h ao 12h e das 13h30 às 17h30. Ainda segundo o Portal da Transparência, a forma de Contratação/Investidura seria Processo Seletivo.

Sobre as manobras políticas realizadas desde a sua primeira contratação, os próprios aliados dizem que Paulo Cesar teria organizado as finanças da FHCR e que iria fazer o mesmo na Prefeitura de Costa Rica, acontece que, ao contrário do que se dizia, neste mês de outubro foi o quarto mês que a Fundação Hospitalar teria atrasado o salário dos colaboradores, pois segundo nossas fontes, o contrato de pagamento é até o dia 10 de cada mês.

Ministério Público Estadual

A reportagem do Costa Rica em Foco recebeu informações extraoficiais de que recentemente toda a antiga diretoria da FHCR, bem como o prefeito delegado Cleverson Alves dos Santos (PP) e o secretário Municipal de Saúde Pública, Jovenaldo Francisco dos Santos (PL), foram convidados a prestarem esclarecimentos no MPE - Ministério Público Estadual - 1ª Promotoria de Justiça de Costa Rica.

Diante disso, na terça-feira (17), nossa reportagem entrou em contato com a assessora do promotor de Justiça George Cássio Tiosso Abbud, que informou que o mesmo está de férias e que não tem autorização para dar informações, mas que irá passar nossa demanda assim que ele retornar.

Entre as supostas investigações do MPE está a possível interferência do secretário de Saúde Jovenaldo e do prefeito delegado Cleverson nas decisões administrativas da entidade sem fins lucrativos, o que segundo os denunciantes podem ser confirmar por meio de imagens. Inclusive o que causa revolta em alguns é o fato de um dos filhos do secretário ser membro da diretoria.

Há relatos também que o MPE estaria investigando a demissão repentina da diretora hospitalar, Rogéria Eiks Paes Barbosa Platero.

Outro questionamento que se faz é sobre como foi realizado o desligamento do ex-diretor executivo e atual secretário de Finanças, Paulo Cesar. Ele pediu demissão para assumir o cargo político ou teria sido “demitido” pela Fundação Hospitalar e assim teria recebido todos os direitos trabalhistas para assim não ficar no “prejuízo”?.

Também recebemos denuncia de uma fonte relatando que Paulo Cesar antes de deixar o cargo da FHCR, teria assinado um contrato, com a entidade sem fins lucrativos, onde a mesma teria que pagar o valor aproximando  R$ 5 mil referente a uma “assessoria" que Paulo Cesar iria dar a nova diretora executiva da entidade, Ana Carla Zibetti (ex-presidente, porém segundo denúncias ainda estaria assinando como presidente). Acontece, que segundo o denunciante, depois que o MPE - Ministério Público Estadual - começou a investigar as manobras que vem sendo realizadas na Fundação Hospitalar, o contrato teria desaparecido.

Existe também cobranças com relação ao atraso na obra de ampliação da FHCR que tem mais um ano e ainda não foi entregue.

Obra inacabada

Recentemente o morador de Costa Rica, Valdoerick Alves Rodovalho, gravou um vídeo e postou nas redes sociais para “comemorar” ironicamente o aniversário de 1 ano da obra de ampliação da FHCR. O vídeo foi postado no último dia 16 de outubro de 2023 e até a publicação dessa matéria teria chegado a 6,4 mil visualizações e 117 comentários. Clique aqui e confira na íntegra.

Eleições

A eleição para preencher os cargos que foram destituídos será realizada na próxima quinta-feira (19), a partir das 18 horas, nas dependência da Fundação Hospitalar. O sistema de votos é secreto e podem votar somente os membros da diretoria.

Entre as vagas a serem disputadas estão a de Segundo Tesoureiro - pleiteada pelo ex-diretor executivo e atual secretário Municipal de Administração, Finanças, Planejamento, Receita e Controle, Paulo Cesar Gabaron Vargas.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar