Costa Rica 28 ℃

Número de desabrigados em Mato Grosso do Sul chega a 2 mil, afirma Defesa Civil

Governo aguarda relatório para tomar providências

Publicado em 12/04/2011 20:59

Cerca de 2 mil pessoas tiveram que ser retiradas de suas casas por conta das chuvas que há uma semana assolam várias cidades de Mato Grosso do Sul, segundo a Defesa Civil. A situação é critica principalmente nas cidades de Coxim, Dois Irmãos do Buriti (no distrito de Palmeiras), Miranda, Camapuã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Paranaíba, Aquidauana e Anastácio.

Nas duas últimas a situação é mais grave. Somente em Anastácio e Aquidauana, cerca de 1000 pessoas tiveram que ser removidas. O Rio Aquidauana, que corta as duas cidades, estava hoje pela manhã 7 metros acima do nível normal.

“O problema lá é que o acesso às cidades está restrito. Hoje, a ponte de concreto estava parcialmente interditada, e a outra [ponte velha] está fechada”, disse o coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz Elias.

A Defesa Civil está monitorando todos os rios e a previsão é que a chuva dê uma trágua em diversas cidades a partir de amanhã.

Em Coxim, as chuvas que elevaram o nível do rio Taquari a quase 3 metros acima do normal, desalojaram mais de 100 famílias de ribeirinhos. Apesar de o rio ter começado a baixar, a Defesa Civil continua em alerta, pois a previsão é de chuva durante toda a semana.

Governo aguarda relatório para tomar providências.

Por meio de sua assessoria, o Governo do Estado informou que o Estado pôs equipes da Defesa Civil estadual a disposição dos municípios alagados pela chuva.

A assessoria disse ainda que relatórios acerca dos estragos motivados pelas cheias devam ser examinados e, a partir daí, é que o governo vai criar um plano de emergência para amparar as cidades mais afetadas.

(Midiamax)

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar