Costa Rica 20 ℃

Corinthians faz mutirão para observar rivais do Mundial de Clubes

Corinthians já sabe que está no mesmo lado da chave de Monterrey e Auckland City

Publicado em 14/09/2012 10:22

Foto: Divulgação

O Corinthians está determinado em ter todos os detalhes dos adversários do Campeonato Mundial de Clubes, a partir de dezembro. A equipe de Parque São Jorge decidiu realizar um vasto planejamento com toda a comissão técnica para analisar os futuros adversários.

"Temos uma comissão de cinco pessoas que vai anexando todas as informações das equipes que poderemos enfrentar no Japão", afirma o gerente de futebol Edu Gaspar.

Todos os integrantes do grupo de observadores dos rivais do Mundial fazem parte do departamento de futebol do Corinthians. Auxiliares diretos do técnico Tite, Cleber Xavier, Geraldo

Delamore e Fábio Carrille, além do olheiro Mauro Silva, realizam a atividade ao lado do próprio Edu Gaspar.

Por enquanto, quatro times estão classificados para o Mundial. Além do Corinthians, o Chelsea, da Inglaterra, o Monterrey, do México, e o Auckland City, da Nova Zelândia, também conseguiram as vagas através das competições continentais. Ainda restam definir os representantes da África, da Ásia e do país-sede (Japão).

Pelo sorteio realizado de forma prévia, o Corinthians já sabe que está no mesmo lado da chave de Monterrey e Auckland City. Por esse motivo, a equipe de observação do clube rejeita ficar de olho só no Chelsea, grande candidato a finalista do torneio ao lado do próprio Corinthians.

Todavia, em qualquer conversa do Mundial, é impossível fugir de uma possível decisão com os ingleses. Edu Gaspar avisa que o Chelsea estará no auge no momento da competição do Japão, detalhe que tende a dificultar ainda mais uma possível missão corintiana.

"As pessoas falam da derrota do Chelsea para o Atlético de Madri (por 4 a 1, na decisão da Supercopa da Europa), mas eles estarão no topo em dezembro, físico e técnico", alerta Edu Gaspar, conhecedor profundo do futebol inglês por ter defendido o Arsenal de 2001 a 2005. "Já sabemos que o Chelsea mantém muito estilo do seu técnico italiano (Roberto Di Matteo)", emenda.

O Corinthians adotou algumas regras no processo de análise. "Todos no Corinthians observam jogos de todas as equipes. Assim, não fica uma coisa viciada. E outra: olhares diferentes podem perceber detalhes distintos das equipes", explica Edu Gaspar.

Mais obrigações

Além das observações, o gerente de futebol do Corinthians cuida da parte burocrática em relação ao Mundial. Edu Gaspar já entrou em contato com a Fifa para saber a data estipulada como limite de inscrição. "Eu mandei um e-mail, mas eles não entenderam direito a minha pergunta. Agora haverá um congresso da competição em Zurique (Suíça) e vou tentar descobrir essa informação pessoalmente", diz.

Fonte: Gazeta Esportiva

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar