Costa Rica 20 ℃
As chuvas no Rio grande do Sul provocaram a morte de 107 pessoas no estado
Caramelo sendo resgatado em Canoas (Foto: Reprodução GloboNews)

As chuvas no Rio grande do Sul provocaram a morte de 107 pessoas no estado

Caramelo ficou ilhado e causou comoção após as fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul. Para ser retirado do local, ele foi sedado e colocado em um bote

Publicado em 09/05/2024 10:33

O cavalo que ficou ilhado em um telhado na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, foi resgatado na manhã desta quinta-feira (9). O resgate foi feito pelo Exército com apoio do Corpo de Bombeiros — veterinários acompanharam toda a ação. Para ser retirado do local, ele foi sedado e colocado em um bote.

A situação do animal, que foi apelidado de "caramelo", causou comoção nas redes sociais.

As chuvas no Rio grande do Sul provocaram a morte de 107 pessoas no estado e deixaram 130 desaparecidos até o início da noite de ontem (08). Em Canoas, os temporais deixaram um rastro de destruição. Até o começo da noite, quatro mortes haviam sido registradas na cidade.

"A cidade está destruída. Das 27 unidades básicas de saúde nós perdemos 19. Das quatro UPAs, perdemos três. Das cinco farmácias distritais, perdemos quatro. Todos os quatro Caps de Canoas nos perdemos. Todas as escolas foram atingidas, perdemos infraestrutura, centros esportivos, equipamentos, vamos ter que reconstruir", afirmou o prefeito Jairo Jorge.

O mais recente boletim da Defesa Civil do Rio Grande do Sul aponta que há um óbito sendo investigado. O estado registra 136 desaparecidos e 374 feridos. Há 232,1 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 67.542 em abrigos e 164.583 desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos).

O RS tem 425 dos seus 497 municípios com algum relato de problema relacionado ao temporal, com 1,476 milhão de pessoas afetadas. Veja abaixo os impactos nos serviços, educação e transportes.

Fonte: G1/RS

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar