Costa Rica 27 ℃

Facebook testa pagamento pra enviar mensagem a desconhecidos

Com o sistema de pagamento, esta mensagem irá para a sua pasta principal

Publicado em 21/12/2012 11:22

O Facebook anunciou nesta quinta-feira que está testando um sistema de pagamento para aumentar a chance de uma mensagem ser entregue na caixa de entrada principal dos usuários da rede social. Atualmente, se um usuário que não é seu amigo lhe enviar uma mensagem pelo Facebook, ela cai na pasta "outros". Com o sistema de pagamento, esta mensagem irá para a sua pasta principal.

"Pesquisadores notaram que a imposição de um custo financeiro para o remetente pode ser a forma mais eficaz para desencorajar as mensagens indesejadas e facilitar a entrega de mensagens que são relevantes e úteis", afirmou a empresa em comunicado. O Facebook justifica a medida porque hoje a decisão sobre quais mensagens vão para a pasta principal e quais vão para a pasta "outros" é feita por algoritmos que identificam spam ou sinais sociais, como as conexões de amigos.

"Esse teste é projetado para lidar com situações onde nem os sinais sociais nem os algoritmos são suficientes. Por exemplo, se você quiser enviar uma mensagem para alguém que você conheceu em um evento, mas não é amigo dela, ou se você quiser enviar uma mensagem sobre uma oportunidade de trabalho, você pode usar esse recurso para chegar à caixa de entrada da pessoa. Para quem recebe, esse teste permite ouvir pessoas que têm uma mensagem importante para enviar", diz a empresa.

Ao site de tecnologia americano Mashable, um porta-voz do Facebook disse que o usuário pode marcar uma mensagem paga como spam. Depois disso, mesmo que este remetente pague para enviar uma nova mensagem, ela cairá na pasta "outros".

O Facebook anunciou também mudanças no sistema de filtragem no recebimento das mensagens. Os usuários podem optar pela filtragem básica, que coloca mensagens de amigos e de amigos de amigos na caixa de entrada, ou uma filtragem restrita, que prioriza na caixa principal somente mensagens de amigos.

Fonte: Terra

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar