Costa Rica 27 ℃
Após denúncia, PMA e Polícia Civil autuam caçadores de anta
Foto: Luciana Aguiar

Após denúncia, PMA e Polícia Civil autuam caçadores de anta

A PMA aplicou multa de R$ 5.000,00 contra cada um caçador

Publicado em 01/06/2011 15:31

Depois de receber uma denúncia anônima, a PMA – Polícia Militar Ambiental juntamente com a Polícia Civil foram na manhã desta quarta-feira (1º), até os sítios Jaraguá e Pontual onde autuaram dois caçadores de anta, animal ameaçado de extinção.

Antônio Xavier de Souza, 42 anos, e Bento Silvestre de Castro, 56 anos, foram autuados, pois haviam abatido uma anta e também estavam de posse de três espingardas sendo duas calibre 22, a outra calibre 32 e várias munições.

De acordo com a PMA, foram encontrados 17 pacotes da carne da anta que estavam congelados em um freezer, totalizando mais de 20 quilos.  Os caçadores relataram que mataram o animal para comer e disseram ainda que não sabiam que era crime matar animal silvestre. Eles contaram também que o animal estava acabando com a roça do sítio.

- Nós não conhecíamos a carne desse bicho, ai matamos para provar, mas não gostamos do sabor, contou Souza e Castro.

Diante do crime e infração ambiental, os policiais encaminharam os autuados, juntamente com as armas e munições que foram apreendidos, à DEPOL – Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, para as providências cabíveis. Os policiais militares ambientais aplicaram um TOC – Termo Circunstanciado de Ocorrência e arbitraram multa de R$ 5.000,00 contra cada um.

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar