Costa Rica 27 ℃

Em discurso no Senado, Moka diz que agronegócio é positivo em MS

O senador apresentou números sobre a elevação da produtividade do agronegócio nas décadas recentes

Publicado em 24/11/2012 11:22

Foto: Divulgação

O senador Waldemir Moka (PMDB-MS), em pronunciamento ontem  (22), relatou debate promovido pela Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul sobre as perspectivas do agronegócio brasileiro, ressaltando que o setor mantém elevado potencial de expansão no mercado externo e apresenta índice de crescimento acima da média da economia nacional.

O senador apresentou números sobre a elevação da produtividade do agronegócio nas décadas recentes, salientando que a produção do setor cresceu 230% para um aumento de 34% da área cultivada.

- É um índice muito importante, principalmente para aqueles que nos acusam de estar depredando o meio ambiente. Na verdade, é exatamente o contrário: cada vez produzimos mais numa área mais restrita - afirmou.

Moka fez referência a palestra do professor José Roberto Mendonça de Barros, que apontou o crescimento da China em "patamares satisfatórios" e a perspectiva de reaquecimento da economia dos Estados Unidos como sinais positivos para a produção de alimentos no Brasil.

O senador afirmou que o Mato Grosso do Sul tem grande capacidade de expansão no setor agropecuário, mas apontou "gargalos" no estado e no resto do país que restringem o desenvolvimento.

Reservas indígenas

Waldemir Moka lembrou que, em 30 de novembro, uma comissão de senadores estará em Mato Grosso do Sul para verificar a situação de dificuldade dos índios do grupo Guarani-Kaiowá.

Ele lembrou que o conflito envolve a possibilidade de expropriação de terras com títulos de muitas décadas, cujos donos correm o risco de sair "com uma mão na frente e outra atrás".

De Brasília

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar