Costa Rica 25 ℃

Giroto e Puccinelli pedem investimentos para Rodovia Sul-Fronteira

Os parlamentares também tentan evitar a perda de investimentos de mais R$ 100 milhões da Sudeco

Publicado em 01/06/2011 14:49

O governador André Puccinelli, o deputado federal Giroto (PR) e parte da bancada federal solicitaram, na manhã de hoje (01/06),  ao Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, recursos para asfaltamento da Rodovia MS -165, mais conhecida como Sul-Fronteira. Também tentaram evitar a perda de investimentos de mais R$ 100 milhões da Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste) no Estado.

Na reunião, o governador disse  ao ministro que a extinção da Secretaria de Desenvolvimento do Centro-Oeste (SDC), no dia 5 de maio deste ano, ocasionou a exoneração do secretário Marcelo Dourado e dos funcionários que analisavam projetos de Mato Grosso do Sul. Sem este pessoal, investimentos federais no Estado podem ser prejudicados porque os projetos terão de ser analisados até o final de junho.

O ministro Fernando Bezerra disse que ainda não há uma definição do nome para coordenar a Sudeco e que a pasta esta adequando a estrutura de pessoal existente para atender a superintendência. “Não podemos criar cargos, temos de fazer uma adequação”, enfatizou o ministro, completando que “se o Marcelo Dourado for escolhido para superintendente, toda a equipe que estava com ele deve ser renomeada”. Na avaliação de Bezerra, a continuidade evitaria o risco de perder os projetos de investimentos garantidos por meio de emendas parlamentares.

O deputado federal Giroto, que também esteve reunido no mês passado com Dourado para discutir a MS-165, afirmou que “a continuidade na análise dos projetos será importante para evitar cortes de investimentos no Estado, já que a Sudeco, na verdade, é a continuidade da Secretaria  com maior autonomia”.

O outro assunto da reunião, os recursos para asfaltamento da Rodovia Sul-fronteira foi apresentado por Puccinelli, que destacou ser uma estrada  que servirá para “integração do Brasil, de Mato Grosso do Sul, com o Paraguai”, emendando que também dará condições para se fazer fiscalização mais intensiva na faixa de fronteira. O objetivo é incluir a pavimentação no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do Governo federal.

O ministro explicou que a presidente Dilma Rousseff “até final de julho estará consolidando o PAC 2”, após o governador reforçar que: “pedimos a inclusão da obra no PAC”.

Estão previstos  R$ 22 milhões no Orçamento Geral  União de 2011 para execução do trecho da MS-165, entre Ponta Porã e Sete Quedas. O custo total da obra é estimado em R$ 340 milhões para pavimentar 227 quilômetros da estrada, de acordo com o deputado federal Giroto (PR), que foi Secretário Estadual de Obras até eleição do ano passado.

Após a reunião, o governo afirmou que “o ministro, atendendo a bancada se empenhará para solucionar o mais rápido possível a questão da Sudeco e viabilizar os recursos para a Sul-Fronteira. Eu e a bancada federal iremos na Casa Civil da Presidência da República e no Ministério do Planejamento pedir agilidade para estas duas questões”. (Assessoria de Comunicação Deputado Giroto).

SIGA-NOS NO Costa Rica em Foco no Google News

Pode te Interessar